Na noite da última terça-feira (20), o secretário do Meio Ambiente de Lagarto, Aloísio Andrade, teve a oportunidade de se reunir com empresários e membros do Rotary Club, para apresentar a Coleta Seletiva que acaba de ser implantada do município. O encontro aconteceu no auditório da Câmara de Diretores Lojistas – CDL.

Por meio de vídeos e fotos, o secretário mostrou a nova realidade de dezenas de agentes coletores de recicláveis que até pouco tempo vivia em condições sub-humanas no Lixão deste município e que desde o início desta semana estão percorrendo a cidade com seus carrinhos personalizados em busca de material reciclável para a Cooperativa dos Catadores de Lagarto COOPCAL.

Apresentação foi realizada através de vídeos e slides.

“Estamos aqui para pedir a adesão, a ajuda de cada um dos senhores para colaborar, não com dinheiro, mas com o material que é descartado diariamente nas suas respectivas empresas e por que não também nas vossas residências. Muitos de vocês sequer sabem o destino destes, deixam nas portas para a coleta, seja do caminhão do lixo ou de catadores independentes. Queremos extinguir de vez o lixão e estamos começando por este novo projeto, que representa a sustentabilidade que a sociedade tanto clama, mas precisa fazer sua parte. por isso estamos aqui pedindo que orientem seus funcionários e passem a dar a preferência para essas famílias cooperadas que tiram o sustento do reciclável e acreditam num novo presente e futuro proposto pela Prefeitura de Lagarto”, resumindo o discurso do secretário.

Outras pautas

Além da coleta seletiva outros temas abordados pelo secretário, foram: Poluição Sonora (Carros de propaganda dentre outros veículos que passarão a ter limite de volume) e o Licenciamento Ambiental que passou a ser fornecido pela SEMA do município. Os empreendedores foram orientados a regularizarem seus estabelecimentos conforme a Legislação Ambiental vigente. Essa ação visa prevenir danos ambientais no desenvolvimento das atividades passíveis de regularização.

Também foi apresentada a questão da Poluição Sonora, em que Carros de propaganda dentre outros veículos que passarão a ter limite de volume.

Presentes neste encontro o Diretor de Licenciamento ambiental Allan Fontes, e o Diretor de Controle Ambiental Carlos Wagner e demais representantes da SEMA.

Você que leu esta matéria e quer saber como ajudar na coleta seletiva, atente abaixo a lista de material que você descarta e pode a partir de agora separar do seu lixo orgânico e ajudar essas famílias.

Plásticos: Garrafas, embalagens de produtos de limpeza; Potes de cremes, xampus; Tubos e canos; Brinquedos; Sacos, sacolas e saquinhos de leite; Isopor.

Alumínio: Latinhas de cerveja e refrigerante; tubos de creme dental ou bronzeador; panelas; Esquadrias e molduras de quadros.

Metais Ferrosos: latas de óleo, sardinha, pregos, canos, arames, cobre

Papel e papelão: Jornais, revistas, impressos em geral;Papel de fax; Embalagens longa-vida.

Vidro: Frascos, garrafas; Vidros de conserva.

Materiais não recicláveis: Cerâmicas; Vidros pirex e similares; Acrílico; Lâmpadas fluorescentes; Papéis plastificados, metalizados ou parafinados (embalagens de biscoito, por exemplo); Papéis carbono, sanitários, molhados ou sujos de gordura; Fotografias; Espelhos; Pilhas e baterias de celular (estes devem ser devolvidos ao fabricante); Fitas e etiquetas adesivas.

Dicas de como separar o lixo para a coleta

Plásticos: lave-os bem para que não fiquem restos do produto, principalmente no caso de detergentes e xampus, que podem dificultar a triagem e o aproveitamento do material.

Vidros: lave-os bem e retire as tampas.

Metais: latinhas de refrigerantes, cervejas e enlatados devem ser amassados ou prensados para facilitar o armazenamento.

Papéis: podem ser guardados diretamente em sacos plásticos

Obs: Lembrando que não é necessária a separação do material reciclável por tipo, somente separar o material seco do úmido.

Fonte: Prefeitura Municipal de Lagarto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here