Na próxima semana, o plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Lagarto decidirá se aceita ou não mudar o nome do Mercado Municipal José Corrêa Sobrinho para Mercado Municipal Gov. Marcelo Déda Chagas. 

Clayton Moore é o autor da proposta de mudança

É que o vereador Clayton Moore (Cidadania), autor da proposta, decidiu recorrer ao plenário da casa ao saber que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara emitiu um parecer recomendando a manutenção do nome de José Corrêa Sobrinho.

A ideia de Moore em aprovar o projeto é – segundo palavras divulgadas em suas redes sociais – “corrigir o equívoco do passado quando não homenagearam o saudoso governador Déda, numa obra que foi fruto do seu trabalho”.

Mercado Municipal de Lagarto foi inaugurado com recursos do Proinveste, última grande ação do Governo Marcelo Déda

Além disso, ele argumenta que “Para também reconhecer de forma justa a memória de José Corrêa Sobrinho, apresentei o Projeto de Lei para que seja denominada o calçadão Dom Pedro II, de José Corrêa Sobrinho, onde ele fundou seu comércio e até hoje está em pleno funcionamento”. 

A ideia do vereador causou polêmica e revolta entre os familiares do saudoso comerciante, bem como de representantes da sociedade civil lagartense. Tanto é que entidades como a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Lagarto, o Rotary Clube e a Associação dos Feirantes e Comerciantes de Lagarto assinaram uma moção de repúdio ao projeto de lei.

Entretanto, o assunto deve ser encerrado na próxima semana, quando a proposta de Moore será analisada e votada em plenário da câmara. Para ser aprovado, o recurso de Moore necessita apenas de uma maioria simples dos votos dos 16 vereadores. Uma vez que o presidente concede apenas o voto de minerva.

Projeto precisa da maioria simples dos votos para ser aprovado ou não

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here