O governador Belivaldo Chagas lamenta a morte da ex-procuradora de Justiça Maria Creuza Brito de Figueiredo. Ela faleceu na madrugada da última quarta-feira (02) no Hospital da Beneficência Portuguesa, na cidade de São Paulo.

Maria Creuza Britto de Figueiredo é esposa do ex vice-governador Benedito Figueiredo e mãe do secretário Estadual de Transparência e Controle, Alexandre  Figueiredo.

“É com profundo pesar que lamento a morte da ex-procuradora. Maria Creuza era exemplo de generosidade, trabalho e luta pela causa social. Entrou no Ministério Público aos 22 anos , dedicou 48 anos da sua vida a esta instituição e atuou na área da educação. Maria Creuza coordenou com o mesmo vigor o Departamento de Alimentação Escolar da Secretaria de Estado da Educação. Que Deus possa confortar meu amigo Benedito Figueiredo e meu companheiro de trabalho, secretário Alexandre Figueiredo, e demais familiares e amigos, nesse momento tão doloroso”, lamentou o governador.

Histórico

A ex-procuradora de Justiça Maria Creuza Brito de Figueiredo dedicou 48 anos de sua vida ao Ministério Público de Sergipe, tendo ingressado, através de concurso público em julho de 1968. Ela se aposentou no dia 2 de julho, ao completar 70 anos.

Creuza Figueiredo foi corregedora geral do MP e foi eleita para ocupar a presidência do Conselho Nacional dos Corregedores Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNCGMPEU) no biênio 2009/2010. Sua vaga no Colégio de Procuradores será ocupada pelo promotor de justiça Eduardo Barreto d’Ávila Fontes, promovido pelo critério do merecimento no último dia 22 de julho pelo Conselho Superior do Ministério Público de Sergipe.

Fonte: ASN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here