A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) emitiu uma nota, na última quarta-feira (9), esclarecendo o conteúdo das matérias veiculadas sobre “taxa de religação”, que informavam não ser mais necessário o pagamento antecipado da taxa de religação para restabelecimento do serviço.

Segundo a companhia, quando realizado o corte do fornecimento de água, basta o usuário negociar o débito em atraso, parcelando a dívida se assim desejar, não sendo preciso quitar todo o débito nem o pagamento antecipado da taxa de religação para o restabelecimento do serviço.

“Quanto aos valores desta taxa de religação, assim como as demais taxas de serviço ofertados pela Deso, esclarece-se que todas são aprovadas pela Agência Reguladora de Sergipe (Agrese), podendo o usuário pagá-la em parcela única ou dividida nas faturas dos meses subsequentes”, diz a nota

Quanto ao pedido do Ministério Público referente à proibição de supressão de hidrômetro sem prévia comunicação ao consumidor, a Deso informou que está ajustando a comunicação, já existente, sobre este procedimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here