O Bem Estar desta segunda-feira (23) mostrou três hábitos para garantir a saúde das mãos – na cozinha, no banheiro e na hora das compras. Convidamos o ortopedista Matheus Saito e a endocrinologista Cinta Cercato para falar sobre o assunto. Por exemplo, você sabia que mãos quentes ou frias demais podem ser sinal de problema na tireoide?

Doenças sistêmicas, como a alteração dos hormônios da tireoide, dão sintomas nas mãos. No caso do hipertireoidismo a mão fica quente, úmida, a pele brilhante e pode ter dores articulares e tremores. Já no hipotireoidismo acontece o oposto: as mãos ficam frias e a pele fica seca.

Inchaço: as mãos podem inchar por alguns motivos. São eles: calor, doenças renais, retenção de líquido e artrose.

Sobrecarga das mãos: alguns hábitos diários são prejudiciais para as estruturas das mãos. Segurar qualquer coisa com a ponta dos dedos, apertar a descarga apenas com um dedo e funções que demandam o esforço das mãos, como dentista, manicure, cabeleireiro, músico.

Quem trabalha com o esforço maior nas mãos precisa fortalecer a musculatura, tanto das mãos, quanto dos braços, tronco e ombros. Anote as dicas: fortalecimento, uso de luvas, engrossar os objetos, evitar forçar ou carregar qualquer coisa com a ponta dos dedos e otimizar a força.

O que é a Síndrome do Túnel de Carpo? É uma condição muito comum e as pessoas demoram a descobrir. O nervo passa em uma região estreita (túnel) e qualquer coisa que compete por lugar com o nervo causa compressão e leva à síndrome.

Essa síndrome causa formigamento da mão, dor, perda da função, perda da sensibilidade nos dedos das mãos, pode ter choque quando encosta na região e, em casos graves, pode ocorrer atrofiamento da musculatura do punho e do dedão. O tratamento começa com medicamento, mudança de hábitos, uso de órtese e até cirurgia em casos mais graves.

Por G1 Bem Estar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here