Um dia atípico para a Guarda Municipal de Lagarto. Assim pode ser descrito a última sexta-feira, 08, dos guardiões que estavam de plantão no povoado Brasília, na zona rural de Lagarto. É que eles tiveram que atender a um chamado no povoado Jenipapo, para auxiliar nos trabalhos de um parto domiciliar. 

Segundo informações, a equipe foi até uma residência auxiliar nos primeiros procedimentos pós-parto juntamente com uma equipe de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde. Na ocasião, eles saudaram o pequeno Guilherme e abriu caminho para que ele chegasse a Maternidade Zacarias Júnior, na sede da cidade de Lagarto, com a maior brevidade.

Após a ocorrência, tida como atípica para um órgão que vive um cotidiano mais voltado a contenção da criminalidade no município, a Guarda Municipal de Lagarto destacou que também foi instituída para servir à população nos âmbitos educativo e social. 

“Com um mínimo de recursos, o parto domiciliar foi realizado e nós da GML estávamos presentes, vivendo a tensão e a emoção de trazer um ser tão indefeso ao mundo! Não temos o poder de prever as necessidades que podem surgir, mas como profissionais buscamos sempre nos aperfeiçoar no intuito de adquirir conhecimento e aptidão para bem melhor servir a comunidade lagartense”, disse o órgão.

Após todo o procedimento que foi realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, a Prefeitura Municipal de Lagarto informou que tanto a mãe quanto o bebê passam bem. Confira o vídeo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here