Por unanimidade, a primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) absolveu o deputado estadual Ibrain Monteiro (PSC) da acusação de suposto ato de improbidade administrativa, cometido ainda quando ele era secretário de Esporte e Lazer do município de Lagarto, na gestão de seu pai e ex-prefeito Valmir Monteiro (PSC).

Ibrain Monteiro foi inocentado na última terça-feira, 19, em segunda instância

Ibrain havia sido condenado pela juíza da 1ª Vara Cível de Lagarto, Carolina Valadares Bitencourt, por conta da contratação de shows pela Prefeitura de Lagarto em junho de 2009. 

À época, a denúncia havia sido formalizada pelo Ministério Público, através do Promotor de Justiça Antônio César Leite de Carvalho, que questionava o procedimento administrativo de inexigibilidade na contratação dos shows.

Contudo, o advogado Fabiano Feitosa,  conseguiu comprovar que não houve qualquer irregularidade. Uma vez que em sua defesa, Feitosa explicou que a Câmara Cível do TJ, cujo relator foi o desembargador Roberto Porto, levou em consideração que, até 2016, o Tribunal de Contas chancelava essa modalidade de contratação de shows e, portanto, julgou improcedente a denúncia e desfez a condenação em primeiro grau.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here