Os animais, especialmente quando filhotes, são bastante enérgicos e, com isso, sentem a necessidade — movida pelo instinto — de correr, morder, pular e explorar o ambiente. Esse comportamento, no entanto, pode acarretar uma série de prejuízos materiais para o dono e até mesmo trazer perigos para o pet.

Para evitar ou solucionar esses riscos, há objetos que auxiliam na educação do seu bichinho. O osso de nylon, no caso dos caninos, é um brinquedo para cachorro essencial, além de outros objetos úteis para o dia a dia dos pets, como bola de tênis e urso de pelúcia. Petiscos, coleiras e focinheiras também são importantes. 

O papel de brinquedos e outros objetos na educação do seu animal de estimação

Fingir de morto, sentar, rolar, deitar e dar a pata são alguns dos truques que vêm à mente quando falamos sobre adestramento, entretanto, esse processo visa, sobretudo, a educação do animal.

Dessa forma, é extremamente importante que o seu pet seja adestrado, pois, além de amenizar ou até mesmo extinguir condutas inadequadas, também melhora o relacionamento entre os bichinhos e os seres à sua volta.

Os brinquedos e alguns outros tipos de acessórios auxiliam, direta e indiretamente, no treinamento, tornando-o mais simples e possibilitando resultados mais rápidos.

Divertimento e redução do estresse 

Quando o animal está calmo e alegre, adestrá-lo se torna muito mais fácil. Utilizar brinquedos para diverti-lo e acalmá-lo é uma excelente opção, pois, por meio desse tipo de interação, o pet cria confiança no dono, aumenta o vínculo social e melhora o comportamento.

Combate à depressão e à ansiedade

Além de tudo, os brinquedos também são ferramentas eficientes no combate à depressão e à ansiedade, pois distraem os bichinhos, aliviam a tensão e proporcionam a queima de energia.

Tipos de brinquedos e acessórios para a educação do seu pet

Os tipos de brinquedos e acessórios variam de acordo com o temperamento, a raça, a idade e o tamanho do animal, porém a regra geral é que eles sejam resistentes, pois assim terão maior durabilidade e manterão os pets entretidos por mais tempo.

Bolinhas

As bolinhas, dos mais diversos materiais, são perfeitas para os bichinhos mais ativos. Além disso, são objetos de busca que permitem ensinar o animal a buscar e trazer o brinquedo, reforçando o vínculo com o dono. 

Cordas

As cordas podem ser classificadas como brinquedos de puxar e podem ser roídas. Entretanto, quando utilizadas para brincar com o bichinho de cabo de guerra, é importante ter cautela para evitar machucados.

Ossinhos

Mais que um brinquedo, os ossos são acessórios úteis para afiar os dentes do seu animal e reduzir a placa bacteriana, já que alguns animais acumulam uma quantidade grande de tártaro.

Bichinhos de pelúcia

Os bichos de pelúcia trazem aconchego e companhia para os pets de todas as idades, além de estimularem o desenvolvimento por meio de cores e texturas.

Coleiras

Há inúmeros modelos de coleira no mercado, desde as mais tecnológicas — que contam com tecnologia antilatido — até as mais simples, como as guias e peitorais. Independentemente da escolhida, elas têm papel fundamental na educação do seu animal.

Apito

O apito possibilita que o pet obedeça os seus comandos à distância, bastando ensiná-lo a associar cada tipo de som a alguma conduta específica. É um acessório muito útil para quem possui um quintal grande, um sítio ou uma fazenda.

Petiscos

Os petiscos são usados como recompensas para os animais, porém há petiscos específicos para essa função e são eles que devem ser oferecidos. Em geral, suas características incluem: pedaços pequenos — para que os bichinhos comam rápido, com segurança e não percam o foco —, textura macia e cheiro atrativo. 

Dicas para adestrar o seu bichinho

O mais indicado é que o adestramento se inicie com o bichinho ainda filhote, porém animais adultos também podem ser adestrados, necessitando apenas de um pouco mais de paciência e de aceitação das suas limitações.

Faça uso de recompensas

Dar carinho, olhar com atenção e elogiar são formas de recompensas muito satisfatórias para os pets, no entanto, não economize em petiscos no momento de agradar o seu bichinho.

Corrija na hora

Caso presencie seu animal fazendo necessidades no lugar errado, por exemplo, corrija-o na hora, colocando-o no local certo para fazê-las. Mas caso você só perceba que ele o fez depois, apenas limpe, pois essa correção já não surtirá efeito algum. 

Repita os exercícios quantas vezes for necessário

Educar não é uma tarefa fácil e requer, sobretudo, paciência e insistência. O adestramento só será eficiente se você for consistente, repetindo os comandos até que ele lhe obedeça.

Porém, é válido ressaltar que os treinos devem ser curtos e, principalmente, que nenhum tipo de violência deve fazer parte deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here