Para muitos, pode parecer uma proposta ainda distante. Mas a verdade é que a Inteligência Artificial (IA) já é uma realidade que tem modificado a forma como diversos segmentos são conduzidos. E em um setor como o da comunicação, altamente impactado pela chegada da internet nos últimos anos, é esperado que essas transformações ocorram de modo ainda mais consistente. 

Por isso, a IA tem sido pilar de estratégias em diferentes meios digitais. Enquanto a internet trouxe velocidade e eficiência para a rotina de profissionais de comunicação — alterando as bases do marketing e os principais pontos de contato com o público —, a IA tem garantido resultados mais eficazes a esse sistema. Otimização do tempo de planejamento e de execução é uma das vantagens apresentadas com a implantação dessa tecnologia.

Mas o que é Inteligência Artificial?

O conceito de Inteligência Artificial parte da ideia apenas vista em filmes de ficção científica: usar sistemas computacionais para realizar ações desempenhadas por seres humanos. Isto é, IA é a área da ciência da computação que trabalha com equipamentos que simulam a capacidade humana de raciocinar e desempenhar tarefas. Isso não significa que os robôs substituirão as pessoas, mas que é possível utilizar seus benefícios a nosso favor. 

No cotidiano, a IA já é utilizada em diversos momentos, sobretudo, por meio de dispositivos móveis. Assistentes de voz, tradução por imagem, caminhos em mapas virtuais e sugestões de respostas para e-mails específicos só são possíveis porque estamos submetidos a softwares que captam padrões humanos, coletando-os em forma de dados.

Inteligência Artificial na comunicação

Um dos principais usos da IA, atualmente, refere-se à reunião desses dados para transformá-los em ações concretas. No marketing, por exemplo, a tecnologia pode ser aplicada para entender melhor o consumidor e adaptar campanhas ao seu comportamento de compra — e não apenas às suas informações de perfil. Entendendo melhor o que leva o target ao consumo, torna-se mais fácil compreender suas necessidades e usar a criatividade para atendê-las com uma comunicação mais certeira.

Também nesse aspecto, a IA pode auxiliar na manutenção de ativações que já estão em andamento, em sites ou redes sociais. A adoção dessa inteligência permite ajustar promoções digitais conforme a resposta do público ou conforme seus interesses, em canais variados, e adaptando-se a imprevistos pelo caminho. Essa possibilidade promove um ganho considerável nos resultados e na satisfação do cliente, poupando tempo e dinheiro.

Falando em cliente, a gestão de relacionamento é outro ponto em vantagem nesse cenário. Essa área já é facilitada pelo reconhecimento de voz e imagens, recursos possíveis graças ao uso de dados muito específicos. A evolução desse artifício tende a trazer, ainda, inúmeros benefícios ao modo como um planejamento de comunicação é desenvolvido, permitindo que o cliente visualize, por exemplo, o uso de produtos no dia a dia — e tenha sua decisão de compra influenciada.

O jornalismo — mercado que tem relação direta com outras áreas da comunicação — desponta por utilizar a IA na divulgação mais assertiva de informações. Os dados são capazes de categorizar o leitor com base em suas preferências, levando veículos de imprensa a selecionarem notícias e assuntos que sejam mais relevantes para esse consumidor. 

A Inteligência Artificial não colabora apenas com a entrega desses conteúdos, mas também tem sido usada na produção deles. Máquinas já são capazes de escrever artigos e matérias mantendo o viés imparcial da notícia para jornais, revistas e blogs.

 Em outros momentos, esses mecanismos são programados para desenvolverem um volume maior de textos para uma mídia. Os profissionais são requisitados para ajustes e revisões, mas há um ganho substancial na quantidade de conteúdo criado em um mesmo espaço de tempo. 

Em diversas escalas, a IA tem sido aplicada a favor da produtividade do ser humano, e não para substituí-lo. Ao estar por trás de tarefas operacionais e repetitivas, essa ciência permite que profissional esteja mais livre para utilizar seu tempo com criação e inovação. Nos meios de comunicação, ganham as empresas, com plataformas mais rápidas e eficientes, e ganham os consumidores, com mais acessibilidade e uso transparente de dados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here