A queda de rendimento do Corinthians no segundo turno do Campeonato Brasileiro faz torcedores da equipe e também adversários buscarem explicações. O problema é que muitas das respostas encontradas para o momento do Timão não são verdadeiras.

Para tentar ajudar a entender a má fase da equipe, que não vence há três partidas, e também acabar com boatos, segue dez afirmações que você já deve ter ouvido por aí a respeito do Corinthians. Será que são verdadeiras ou faltas? Confira abaixo!

Jogadores do Corinthians durante treino no CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

Jogadores do Corinthians durante treino no CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

  • 1 – Salários estão atrasados

Este talvez seja o mais propagado MITO sobre o Corinthians no momento. Seja nas redes sociais, nos fóruns de torcedores ou mesmo nos papos de botecos, tem muita gente por aí atribuindo a queda de rendimento a uma suposta falta de pagamento aos atletas. Porém, dirigentes, jogadores e empresários garantem que os vencimentos estão sendo pagos em dia.

  • 2 – O time está “manjado”

De fato, a equipe tem um estilo de jogo muito bem definido. No primeiro turno, quando viveu grande fase, o Timão se deu melhor contra times que tentavam pressioná-lo e, assim, ofereciam espaços para contra-ataque. Os adversários, então, passaram a se fechar e esperar o Corinthians propor o jogo.

Percebendo este e outros problemas, na última partida, contra o Botafogo, o técnico Fábio Carille optou por mexer na escalação titular pela primeira vez no campeonato (Marquinhos Gabriel entrou na vaga de Romero).

  • 3 – Jogadores estão frequentando festas e há clima de oba-oba

Este assunto tem dado o que falar! Não dá para dizer que seja só um MITO, mas está longe de ser uma VERDADE absoluta. Vamos explicar:

Alguns atletas registraram nos últimos meses nas redes sociais a presença em baladas, festas e outros eventos. Guilherme Arana apareceu em shows de pagode e churrascos, enquanto Jadson celebrou seu aniversário em grande estilo, com apresentação do grupo Fundo de Quintal, por exemplo.

Também houve confraternização no CT Joaquim Grava em 8 de agosto, organizada pela própria diretoria corintiana, com direto a churrasco e apresentação de dupla sertaneja e roda de samba. Copos de cerveja apareceram em fotos divulgadas pelos jogadores nas redes sociais.

O evento ocorreu em uma semana sem jogos, livre para treinos, e visava unir ainda mais o grupo e recompensá-lo pelo bom momento. Não foi a primeira vez que o clube fez algo do tipo. Porém, no jogo seguinte, diante do Vitória, na Arena, o Timão perdeu por 1 a 0 e viu cair sua invencibilidade de 34 partidas.

Porém, membros da comissão técnica negam veementemente que o elenco esteja exagerando nas baladas, muito menos que haja clima de oba-oba por conta da vantagem na liderança do Brasileiro. Eles lembram que boa parte dos jogadores é casada ou está namorando, caso de Rodriguinho, por exemplo, que é um dos mais criticados em redes sociais por supostamente exagerar nas festas.

Na última quarta-feira, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, falou sobre o assunto. Ele alegou que nenhum atleta preocupa quanto a isso e que muitos vídeos que circulam na internet são do passado, mas acabam sendo tratados como atuais. Ele também negou que a antecipação da concentração para a partida de domingo, contra a Ponte Preta, seja para evitar que os jogadores saiam à noite.

Jô também comentou sobre o tema:

– Por tudo que já passei, procuro falar para os atletas de muitas coisas, de evitar, ver notícias… Mas também saber que agora é o momento de concentrar no trabalho, cuidar da família, do corpo e seguir em busca do objetivo. Depois as férias estão aí pra fazer o que bem entender.

Jogadores do Corinthians durante churrasco no CT Joaquim Grava (Foto: Reprodução/Instagram)

Jogadores do Corinthians durante churrasco no CT Joaquim Grava (Foto: Reprodução/Instagram)

  • 4 – O grupo está rachado?

Este é mais um MITO. Mesmo com os resultados negativos recentes, o elenco corintiano segue unido e o clima nos treinamentos é excelente. Jogadores sempre estão sorridentes e muitos são amigos também fora do ambiente de trabalho.

  • 5 – Há pagamentos atrasados

Os salários estão em dia, mas o Timão ainda tem dívidas com atletas e seus empresários. Enfrentando dificuldades financeiras, o clube atrasou o pagamento de luvas e algumas premiações, mas promete regularizar isso em breve. Portanto, é VERDADE! Entretanto, o problema vem desde o início do ano e, mesmo com estes débitos, o clube conquistou o Paulistão e fez um ótimo primeiro turno do Brasileirão.

  • 6 – Referências da equipe caíram de rendimento

Aqui não tem nem discussão: é VERDADE. Arana, Fagner, Maycon, Jadson, Rodriguinho… diversos jogadores que vinham “voando” até a virada do turno caíram de rendimento. O Corinthians vem sentindo muita falta deles, até porque não há reservas do mesmo nível em algumas posições. Carille e os atletas, porém, tentam não individualizar a culpa pela má fase.

Jadson e Rodriguinho não vivem boas fases (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

Jadson e Rodriguinho não vivem boas fases (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

  • 7 – Arbitragem está prejudicando

Mais um caso complexo. Os corintianos dirão que é VERDADE e lembrarão dos gols mal anulados contra Coritiba, Flamengo e Cruzeiro, assim como do pênalti não marcado contra o Botafogo, na última segunda.

Porém, os adversários também podem citar o gol de braço de Jô contra o Vasco, o pênalti não marcado em Ábila, do Cruzeiro… Seria, então, um MITO?

No geral, houve até mais lances polêmicos contra do que a favor ao Timão. No entanto, é errado afirmar que foi por isso que a vantagem alvinegra na liderança do Brasileirão caiu. Infelizmente, a arbitragem tem errado para todos os lados.

  • 8 – Carille perdeu a mão do grupo

Este é um grande MITO. Os jogadores gostam e confiam no técnico, que recentemente renovou o contrato com o Corinthians por mais dois anos. Em entrevistas, Carille costuma sair em defesa dos atletas, que também o protegem. A relação é das melhores, inclusive com os atletas que são pouco utilizados.

  • 9 – Semanas livres prejudicaram

Não dá para saber se foi apenas coincidência ou se isso teve impacto direto no rendimento do time, mas é VERDADE que o Corinthians não conseguiu aproveitar as três das quatro pausas no calendário que teve no segundo turno. O Timão teve tempo para trabalhar antes dos jogos contra Vitória, Santos e Cruzeiro e não conseguiu vencer nenhum destes jogos (perdeu os dois primeiros e empatou o último). Porém, da última vez que teve mais de uma semana para corrigir erros e se aprimorar, a equipe venceu o Coritiba. Então, tire suas próprias conclusões.

  • 10 – Equipe está mal fisicamente

A comissão técnica do Corinthians não está dando entrevistas e também vem evitando fornecer dados de avaliações físicas, mas garante que isso se trata de um MITO. Além disso, os profissionais lembram que os casos de lesões musculares são raros. Atualmente, apenas o zagueiro Pablo e o volante reserva Paulo Roberto se recuperam de problemas do tipo.

Por outro lado, é possível notar que o Timão já não faz a recomposição defensiva com a mesma intensidade de outrora. Também é VERDADE que sete dos 11 gols neste segundo turno saíram no segundo tempo.

Fonte: Globo Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here