O professor acusado de praticar assédio sexual contra alunas matriculadas em uma escola particular de Aracaju está demitido. O diretor do estabelecimento de ensino, José Augusto do Nascimento, informou que a decisão pelo afastamento do acusado foi tomada no mesmo dia em que as alunas denunciaram episódios que se caracterizam, conforme frisou, como comportamento inadequado do profissional.

O diretor José Augusto diz que a instituição recebeu a denúncia na quinta-feira da semana passada, dia 19, por volta das 7h da manhã e às 11h30 o professor já estava afastado das funções no estabelecimento. Para tomar a decisão, conforme José Augusto, a direção da escola ouviu o acusado. Segundo o diretor, o professor teria dito que teria abordado as meninas, apenas dizendo que elas eram bonitas e que não o fez por maldade. “Não foi nada pejorativo”, considerou o diretor. “Mas, para a escola, o mais importante é a palavra das alunas, elas se sentiram incomodadas”, enalteceu.

O diretor garante que não há registros de mensagens enviadas por redes sociais a alunas nem também imagens ou gravação de voz. “Tudo foi verbalizado”, conta. O diretor informa que a direção da escola também ouviu os pais das alunas e que permanece dando a assistência necessária a todas as estudantes que se sentiram incomodadas com o “comportamento inadequado” do professor.

O caso não foi registrado pela Polícia, segundo informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). Para o diretor do estabelecimento de ensino, caberá aos pais tomar as decisões que considerar necessárias.

Fonte: Infonet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here