Na tarde desta segunda-feira, 13, a prefeita de Lagarto, Hilda Ribeiro, recebeu os proprietários da empresa que venceu a licitação da concessão do serviço público de abate de animais e de uso do matadouro municipal para transformação em abatedouro frigorífico municipal. A empresa Frigorífico D’Matta Comércio e Indústria foi a vencedora da licitação com um preço global de R$ 8,5 milhões pelos próximos 30 anos.

“Este é um momento importante para o município. Estamos saindo do caos, da bagunça, das páginas policiais para um frigorífico moderno, eficiente, que irá atender todas as normas sanitárias, agropecuárias e veterinárias. A preocupação com a saúde e o bem estar da população é muito importante”, lembrou a prefeita Hilda Ribeiro.

Vale lembrar que o matadouro municipal de Lagarto foi fechado porque colocava em risco a saúde pública das pessoas por conta das condições insatisfatórias de higiene, bem como colocava em risco o meio ambiente por não atender as exigências para sua preservação. Além disso, em relatórios elaborados pela Adema e da Emdagro comprovavam que o matadouro não possuía condições para funcionar e desrespeitava a legislação que regulamentava a industrialização e comércio de produtos de origem animal.

“Estamos fazendo de tudo para que as adequações comecem o mais rápido possível. Queremos atender toda a região Centro Sul do Estado de Sergipe com um abate de qualidade e atendendo todos os requisitos dos órgãos ambientais, agropecuários e sanitários”, afirmou Valdomiro Silva, proprietário do Frigorífico D’Matta.

Agora, o frigorífico irá gerar 80 empregos diretos e 250 empregos indiretos e as obras de reforma, ampliação e modernização devem começar nos próximos dias. O número de animais abatidos deve sair de 100 para 300 bois por dia, com meta para 400 bois por dia até janeiro de 2022. Além disso, serão instaladas oito novas câmaras frigoríficas e os currais de madeira serão substituídos por vigas e morões de aço galvanizados.

“Assim que nós assumimos, eu determinei que fosse feita uma licitação para que o município concedesse este serviço para a iniciativa privada. É, sem sombra de dúvidas, a melhor forma de administrar o abate de animais na nossa cidade. Ganha a prefeitura, ganha os produtores, marchantes, e, principalmente, a população”, garantiu a prefeita Hilda Ribeiro.

Fonte: Prefeitura de Lagarto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here