Na última segunda-feira, 13, a Petrobrás confirmou a redução de 3% no preço do diesel e da gasolina para as refinarias. Segundo a estatal, o reajuste entrará em vigor nesta terça-feira, 14. No entanto, a redução nas bombas dependerá de cada posto de combustível.

Consumidor final deve sentir o reajuste em até 15 dias

Apesar da redução, a medida já era esperada pelo mercado. Segundo o presidente da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), Paulo Miranda Soares, com a tensão entre Estados Unidos e Irã, o preço do barril de petróleo no mercado internacional subiu de US$ 64 para US$ 70.

No entanto, com os ânimos mais acalmados, Soares destacou que a tendência é de queda do preço dos dois combustíveis no mercado interno brasileiro. Porém, como já era esperado, o presidente ressaltou que a redução deve demorar 15 dias para chegar ao consumidor final. 

O motivo dessa demora é que as distribuidoras têm que gerir o estoque, estimado entre 15 milhões e 20 milhões de litros. Desta forma, elas só baixam o preço quando a conseguirem vender o estoque comprado num valor mais caro.

Cabe destacar que o último reajuste realizado pela Petrobrás sobre tais combustíveis ocorreu em 1º de dezembro do ano passado e, para o diesel, no dia 21 daquele mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here