Segundo o Ministério da Saúde (MS), os estados do Nordeste, bem como o Rio de Janeiro e Espírito Santo poderão sofrer um surto de dengue a partir de março deste ano. 

De acordo com o porta-voz do MS, Roberto Said, pelo fato de a dengue ser uma doença sazonal e o quadro ser dinâmico e estar sujeito a mudanças, no momento, todos os nove estados do Nordeste e as regiões do Sudeste com grande contingente populacional e pouco afetadas em 2019 devem ficar alertas.

Said explica que a dengue é transmitida por quatro sorotipos do vírus: o sorotipo 1, 2, 3 e 4, todos em circulação no Brasil, e que quando uma pessoas é infectada pela dengue, ela se torna imune especificamente a esse sorotipo.

Entretanto, a intensidade de circulação desses sorotipos se alterna pelo país de tempos em tempos e os surtos de dengue costumam ocorrer quando há mudança na circulação do tipo de vírus. 

A última circulação foi do sorotipo 2, que aconteceu no final de 2018, somente em algumas partes do Sudeste e Centro-Oeste, o que ajuda a entender, segundo o porta-voz do MS, porque 77% de todos os registros de dengue no país, assim como 67% das mortes, ocorreram apenas em São Paulo, Minas Gerais e Goiás.

“O sorotipo 2, que já é um tipo mais virulento que os outros, foi ganhando força conforme foi infectando novos pacientes nesses estados. Agora, ele está circulando por mais áreas. Por isso, para 2020, é esperado aumento dos casos de dengue justamente nos estados que não foram tão afetados pelo sorotipo em 2019, como o Rio de Janeiro e Espírito Santo”, explica o porta-voz do ministério.

Said também alerta que o surto da doença se relaciona, ainda, a fatores ambientais. “Estamos em um momento propício para a proliferação do mosquito transmissor da dengue [Aedes aegypti]: altas temperaturas e chuvas intensas”.

Casos de dengue no país em 2019

O Brasil registrou 1.544.987 casos de dengue no ano passado, com 782 mortes, segundo dados da pasta, um aumento de 488% em relação a 2018, um ano considerado atípico pelo Ministério.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here