Poço Verde e Tobias Barreto estão entre os municípios sergipanos em situação de emergência por conta da seca. Segundo a Defesa Civil de Sergipe, geralmente, o número de município nessa situação é maior neste período do ano. 

Em entrevista ao Portal Infonet, o major Luciano Queiroz, secretário executivo da Defesa Civil Estadual, afirma que no ano de 2016, foram registrados 23 municípios em situação de emergência, e que em 2017 o número chegou a 29 municípios. Ainda de acordo com ele, até o final do verão, outros municípios devem decretar situação de emergência, já que em Sergipe, 70% dos municípios são afetados pela seca. 

A situação só não está pior, segundo a Defesa Civil, por causa das volumosas chuvas que caíram no estado entre os meses de abril e julho do ano passado e que melhoraram a capacidade hídrica de muitas cidades. 

O major Queiroz explica que, atualmente, cerca de 200 mil pessoas são afetadas indiretamente pela seca em Sergipe. Além disso, 62 caminhões-pipa são responsáveis pela distribuição de água potável, atendendo, aproximadamente, 43 mil pessoas de comunidades afetadas, através de programa do Exército Brasileiro. 

Os demais municípios em situação de emergência por causa da seca, são: Porto da Folha, Pinhão, Frei Paulo, Monte Alegre de Sergipe, Gararu, Poço Redondo, Carira, Canindé do São Francisco e Nossa senhora da Glória. 

Prejuízo

Os longos períodos de estiagem afetam as reservas hídricas, resultando em diminuição do seu volume, além de acarretar na perda de safra, redução de peso dos animais e queda na produção de leite. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here