Na próxima terça-feira, 28, o Cidadania oficializará a pré-candidatura do empresário Nininho da Bolo Bom na disputa pelo comando da Prefeitura Municipal de Lagarto. O ato está marcado para às 14h30, no anexo da Bolo Bom, no centro da cidade.

Detalhes do ato político foram definidos no começo da semana

Para o ato, são esperadas as presenças do Senador da República Alessandro Vieira (Cidadania-SE), dos deputados estaduais Georgeo Passos, Capitão Samuel e Kitty Lima, da vereadora por Aracaju Emília Correia, além de pré-candidatos a vereador pelo grupo que encampa uma quarta-via na política de Lagarto.

Procurado pela reportagem do Portal Lagartense, o empresário Nininho da Bolo Bom se disse “muito confiante” com a sua campanha rumo ao comando da Prefeitura de Lagarto. “Temos o respaldo do senador Alessandro e o cansaço da população perante esses dois partidos que fazem uma novela – Bole-bole e Saramandaia – que está em seus últimos capítulos, pois Lagarto vai dar uma guinada a favor da verdadeira renovação”, disse.

Nininho teve nome escolhido para liderar a quarta-via graças a uma pesquisa junto à população lagartense

Além disso, o empresário afirmou ao Portal Lagartense que a caminhada eleitoral nas diversas comunidades que está sendo muito positiva e também muito constrangedora. “Porque você vê que os problemas da sociedade são os mesmos de 20, 30 anos atrás. São as mesmas reclamações, pois tudo o que a população quer é água para beber, estrada de qualidade, medicamentos nas UBSs, médicos e enfermeiros e coisas do tipo”, argumentou.

Para Nininho, a situação chegou a tal ponto, porque “vemos os mesmos fazendo as mesmas coisas: alocando recursos em local errado ou indevido”. E é justamente pensando em resolver tal situação que, ainda no dia 28, também será lançado o Fórum para a construção do seu Plano de Governo. Ele será constituído pelo contador Rivaldo Júnior, pelo ex-secretário e ex-delegado da Polícia Federal Kércio Pinto e pelo Dr. Vinícius.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Os empresários estão se voltando para política cada vez mais. O trabalhador independente da categoria tem que começar a se voltar também, o quanto antes. Ou seus direitos…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here