Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para regularizar a situação, o eleitor deverá comparecer a um cartório eleitoral, apresentar um documento de identificação com foto e um comprovante de residência e preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE). Em seguida, deverá pagar multa no valor de R$ 3,51 por turno que tenha faltado à votação.

Cabe destacar que 6 de maio é o último dia para emissão do título ou alteração do domicílio eleitoral antes das eleições. Por isso, fica o alerta! Uma vez que quem tiver o título cancelado ficará impedido de votar, tirar o passaporte e carteira de identidade, tomar posse em cargos públicos, fazer matriculas em universidades públicas, entre outras restrições.

Já a situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here