Em visita a Aracaju para receber o título de cidadão sergipano, participar do Simpósio ‘Drogas, políticas públicas e direitos dos dependentes químicos’, promovido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e de encontro com empresários, o prefeito da cidade de São Paulo, João Dória, admitiu que cogita a possibilidade de concorrer à Presidência da República.

“Eleições de 2018, somente em 2018. A partir de janeiro iremos ter uma definição melhor, e aí poderei anunciar. Tem sim (clamor popular para ser candidato), mas me apresento como prefeito de São Paulo. Ao término do ano, as condições estarão claras e quero mencionar que o PSDB estará unido”, comentou o prefeito.

Simpósio

O Simpósio ‘Drogas, políticas públicas e direitos dos dependentes químicos’ aconteceu na manhã desta sexta-feira, 27, no TCE. Durante sua palesta, João Dória falou sobre a política adotada na Prefeitura de São Paulo para combater o tráfico e uso de drogas.

Simpósio foi promovido pelo Tribunal de Contas (Foto: Portal Infonet)

 

 

 

As medidas, centradas em quatro pilares, são consideradas referências na recuperação de dependentes químicos: medicinal, combate policial, educacional e revitalização urbana. “Primeiro foi preciso muita perseverança, pois não é um trabalho fácil. Esse conjunto de ações, o comprometimento da sociedade civil e instituições do terceiro setor, junto com todas as esferas do Governo, podem contribuir muito contra o tráfico e para criar um programa de acolhimento de dependentes e de educação familiar e escolar, para que possam tratar sem medo de um tema tão importante e grave”, disse.

Dória afirmou que, desde o mês de maio, foram mais de 340 mil abordagens, com quase 43 mil atendimentos. Destes, 3 mil dependentes foram internados, sendo quase 2 mil voluntariamente, principalmente na zona central da capital paulista, onde pelo menos, nesta área, 900 pessoas eram consumidoras de drogas.

Obras

Na oportunidade, Dória entregou ao conselheiro da Corte de contas, Clóvis Barbosa, três obras: “São importantes, que foram pesquisadas na Biblioteca Pública Mário de Andrade, e com muito orgulho trouxe a reprodução a Sergipe, porque representam o princípio de cidades como Aracaju”.

Os livros foram: ‘Álbum de Sergipe – 1820-1920’, de 1920; ‘Álbum photographico de Aracaju’, de 1930; e ‘Província de Sergipe’, do século XIX.

João Dória recebe título de Cidadão Sergipano na Alese (Foto: César de Oliveira/Alese)

 

Título

Na noite da última quinta, 26, Dória foi homenageado pela Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) com o título de Cidadão Sergipano. O projeto foi de autoria do deputado Augusto Bezerra (PHS), e aprovado pela Casa por unanimidade. “Sou filho de nordestinos. Meu pai nasceu na Bahia, e parte da minha família migrou para Sergipe. Os Dória, Seixas Dória, Costa Dória, têm origem aqui”.

Fonte: Infonet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here