Na manhã desta segunda-feira, 17, o cantor sergipano Devinho Novaes foi denunciado por agressão física contra sua ex-namorada, a modelo e blogueira, Luzia Lima. Ela utilizou os stories de sua conta no Instagram para postar printscreens de supostos diálogos entre o cantor e seus amigos em que estariam combinando festas e traições. 

Além disso, Luzia mostrou seu dedo sangrando e hematoma em um dos braços, mas disse que não fará denúncia formal contra o artista. 

“Ah gente, antes que postem isso, quero dizer a vocês que não quero mídia, simplesmente quero mostrar a vocês quem realmente ele é. Eu errei… realmente em acreditar que ele iria mudar. O mesmo colocou no status que iria dizer quem eu sou… e sinceramente não preciso provar pra ninguém quem eu sou. Eu sou ser humana e tenho defeitos, mas com esses defeitos tentei ajudar ele a ser uma pessoa boa. Mas é assim”, afirma a modelo. 

Blogueira acusa Devinho de ter dado uma mordida em seu dedo e machucado seu braço (Foto: Reprodução / Instagram).

Em sua defesa, o cantor também utilizou os stories do Instagram. No primeiro vídeo, que foi posteriormente apagado, ele afirma que mordeu o dedo da ex-namorada, justificando que também teria sido agredido por ela. 

“Não fiz nada com ela. A única coisa que fiz foi morder o dedo dela. Mas o que ela fez tá aqui, nariz, boca inchada, arranhões, mas eu entrego tudo nas mãos de Deus, só Deus sabe o que aconteceu realmente”, afirma. 

Depois, o cantor publicou mais um vídeo em que critica as acusações e nega que tenha cometido agressão contra a blogueira. Tô aqui passando para me explicar e dizer que não aconteceu nada disso […] O que aconteceu foi uma briga besta”, comenta.

Histórico

Essa é a segunda vez em que Devinho é acusado por violência contra uma mulher. A primeira envolveu a modelo Aylle Santiago que publicou em suas redes sociais supostos printscreens de ameaças protagonizadas pelo ex-namorado. Além disso, ela disse que teve os seios chutados pelo cantor quando estava recém-operada. Por conta disso, dois shows que seriam apresentados pelo artista na Bahia, em Camaçari e Alagoinhas, foram cancelados. 

Na época, a assessoria jurídica do cantor emitiu uma nota afirmando que Devinho repudiava com veemência as acusações, que confiava no restabelecimento da verdade e que o cantor jamais adotaria esse tipo de conduta, sendo ele contrário a todo tipo de violência. Ainda em nota, o cantor se colocou à disposição das autoridades e do público para esclarecimentos dos fatos.

Com informações do Portal Infonet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here