O jornalista e secretário Municipal do Meio Ambiente de Lagarto, Aloísio Andrade (Prefeitinho), não esconde de ninguém as suas pretensões políticas para as eleições do próximo dia 04 de outubro de 2020. É que apesar de sonhar em ser Prefeito de Lagarto, no momento, ele batalha para ser o candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Hilda Ribeiro (SD) ou tentar uma vaga na Câmara Municipal de Vereadores.

Filiado ao PSL, Prefeitinho quer disputar um cargo eletivo em 2020

No entanto, o jornalista encontra-se entre a cruz e a espada. Uma vez que está filiado ao Partido Social Liberal (PSL), que já estuda a possibilidade de lançar uma quinta via na disputa pelo comando da Prefeitura de Lagarto, ao passo em que tem recebido constantes acenos do Partido Socialista Brasileiro (PSB), comandado no estado pela Família Valadares, a qual tem grande afinidade. Tanto é que ele apoiou, contra a vontade do então prefeito Valmir Monteiro, a candidatura de Valadares Filho ao Governo de Sergipe em 2018.

A situação se complica ainda mais, porque embora o PSL anuncie que poderá lançar uma chapa contra a prefeita Hilda Ribeiro, informações dão conta que o partido poderá compor com o agrupamento Bole-bole, conforme afirmou o deputado federal Gustinho Ribeiro em recente entrevista na rádio Eldorado FM. Desta forma, o momento exige muita cautela, uma vez que uma decisão errada pode fazer o jornalista cometer a chamada infidelidade partidária.

Prefeitinho trabalha para ocupar a vaga de vice-prefeito na chapa de Hilda Ribeiro

Diante disso, para resolver a situação, uma reunião com o comunicador, o deputado estadual Rodrigo Valadares, presidente estadual do PTB, e dirigentes do PSL foi marcada para ocorrer na noite da última terça-feira, 18. No entanto, informações obtidas pelo Portal Lagartense indicam que nada foi resolvido devido a ausência justamente dos dirigentes estaduais do partido em que Jair Bolsonaro se filiou para chegar à Presidência da República.

Com a ausência, a permanência ou não de Prefeitinho no mencionado partido permanece indefinida. Mas como o prazo final para a resolução desta situação encerrará no dia 03 de abril, pode-se dizer que muitas coisas ainda irão acontecer. Enquanto isso, já há uma reunião agendada para o dia 05 de março, envolvendo o ex-senador Antônio Carlos Valadares e o ex-deputado federal Valadares Filho, ambos do PSB, com o comunicador – que foi convidado – e outros cidadãos interessados em se filiar ao partido socialista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here