O início de todo ano costuma ser uma época de fortes emoções para aqueles estudantes que disputam uma vaga nas diversas instituições de ensino superior do país. Com os alunos do IFS – Campus Lagarto que concluíram o ensino técnico integrado em dezembro, não foi diferente. E grande parte dessas emoções foi positiva, pois, até o momento, 42 alunos recém-saídos da instituição já garantiram uma vaga em algum curso de graduação em Sergipe ou mesmo fora do estado (esse número pode aumentar devido às chamadas das listas de espera e ao resultado do vestibular do campus da Universidade Federal de Sergipe em Lagarto, previsto para o início de março).

Parte dos aprovados promoveram o “Encontrão das Aprovações” no dia 12 de fevereiro (Foto: César de Oliveira)

Mas não são apenas os números que chamam a atenção. Um outro aspecto que salta aos olhos quando se observa o resultado é a diversidade de áreas do conhecimento dos cursos escolhidos pelos estudantes. Conhecida por ser uma instituição da área de exatas e tecnológicas, o IFS – Campus Lagarto teve alunos aprovados não apenas nas engenharias, ciências da computação, matemática, física e química, mas também em medicina, nutrição, psicologia, letras, geografia, história, direito, relações internacionais, serviço social, biblioteconomia, arquitetura e design.

No “Encontrão”, professores e alunos fizeram a festa (Foto: César de Oliveira)

Para o Diretor Geral da instituição, José Osman dos Santos, isso é reflexo do Projeto Político Pedagógico do IFS, que está ancorado não apenas numa formação politécnica, mas também e sobretudo humana. “No Campus Lagarto em particular, todos os esforços da comunidade educativa têm convergido para a criação das condições necessárias em prol do desenvolvimento integral do sujeito histórico-crítico, com o fortalecimento socioemocional dos estudantes, sua preparação para o mundo do trabalho e um processo educativo em que a aprendizagem se renove a todo momento”, explica. Ou seja, na prática, embora oferte cursos de uma área específica, a instituição busca ampliar as perspectivas formativas dos alunos e os prepara para exercer, conscientemente, a liberdade de escolha.

Isaac Daniel e Polyanna Fernandes, egressos dos cursos de Eletromecânica e Redes de Computadores, respectivamente (Foto: César de Oliveira)

O professor Sérgio Lima, que ensina Sociologia e está à frente da Coordenadoria de Ciências Humanas e Sociais, avalia que esse fenômeno é também resultado do empenho dos docentes das disciplinas do ensino médio, os quais aumentam as referências dos alunos em meio à formação profissional. “Além disso, realizamos várias atividades extracurriculares, a exemplo do ‘Cine Educação e Humanidade’, do ‘Aulão Enem’ e das oficinas de leitura e redação, que ajudam na preparação para o Enem e outras seleções que visam ao ingresso em cursos superiores, como é o caso do processo seletivo do próprio IFS”, destaca Sérgio.

Superação

O fascínio pelas ciências humanas e o desejo de aprofundar o conhecimento sobre o comportamento humano foram determinantes para a escolha de Jeniffer Souza, ex-aluna de edificações que garantiu uma vaga no curso de psicologia da Universidade Federal de Sergipe. Jeniffer conta que sempre estudou em escola pública e desde o sexto ano do ensino fundamental passou a ter como meta estudar no IFS, devido às boas referências que ouvia da instituição.

O professor Sérgio Lima e a aluna Jeniffer Souza (Foto: César de Oliveira)

Para ela, o grande diferencial do IFS é o fato de a escola não se preocupar apenas com o ensino, mas estimular também a pesquisa e a extensão, com vários eventos interdisciplinares, aspectos que despertam desde cedo o olhar dos estudantes para questões que vão além da área técnica. “Apesar de todos os percalços que prejudicam a realização plena das atividades curriculares e extracurriculares, posso afirmar que o instituto é um dos melhores ambientes para ampliar horizontes, pois todos os servidores da instituição são comprometidos com o saber e com o bem-estar do discente”, concluiu a futura psicóloga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here