No último sábado, 13, a capital sergipana sediou a instalação e posse coletiva dos membros titulares, beneméritos e correspondentes da Academia Brasileira de Letras e Artes do Cangaço (Ablac). Na oportunidade, o fotojornalista e pesquisador lagartense Alessandro Santos Monteiro, o popular Kiko Monteiro, foi empossado na cadeira de nº 35, cujo patrono é Frederico Bezerra Maciel.

Fundada em 25 de julho de 2019, em Juazeiro do Norte (CE), a Ablac é uma associação cultural representativa de pesquisadores, escritores e artistas que têm o objetivo de promover estudos e divulgações envolvendo temáticas como: o cangaço, o coronelismo e o messianismo, abrangendo literatura, música, cultura, bem como artes plásticas e cênicas.

44 dos 47 membros da Ablac foram empossados no último final de semana

Cabe destacar que antes da solenidade ocorrida no último sábado, a Ablac funcionava por meio de um grupo de WhatsApp. No entanto, com a solenidade do último fim de semana, que empossou 44 dos 47 acadêmicos, durante o quadriênio 2019-2022, a sua sede temporária será Aracaju, onde terá o delegado de polícia, pesquisador e escritor Archimedes de Melo Marques como seu presidente.

Procurado pelo Portal Lagartense, Kiko Monteiro afirmou que sua posse na Ablac era o pagamento pelos seus esforços diários em prol do resgate da memória do cangaço brasileiro.  “Devassar a vida do Rei do Cangaço e de seus principais personagens sempre foi algo que não me deu dinheiro, mas me proporcionou várias alegrias como amizades pra vida toda, conhecimento e reconhecimento espontâneo.

Além de membro efetivo da Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço (SBEC) e Conselheiro Consultivo do Seminário Cariri Cangaço, agora fomos convidados a fazer parte da Ablac. O que para mim é mais que uma pelerine, um diploma ou uma medalha, sou mais um vaqueiro da história e esse é o pagamento pelo resgate diário de uma novilha chamada memória”, comentou o fotojornalista lagartense.

Kiko Monteiro: “Devassar a vida do Rei do Cangaço não me deu dinheiro, mas me proporcionou várias alegrias”

Ainda no último sábado, 13, foram empossados na Ablac os ilustres beneméritos: ex-governador de Sergipe Albano Franco, a vice-reitora da Unit, professora Amélia Cerqueira Uchoa; e o deputado Estadual Inácio Loiola (PDT-AL). Sem contar com os diretores e conselheiros fiscais. 

Fotojornalista por profissão e cantor por natureza, Kiko Monteiro é um dos grandes conhecedores do cangaço em Lagarto. Tanto é que é por meio do blog Lampião aceso que ele busca compartilhar em detalhes os resultados de suas pesquisas. Para quem curte o assunto, vale a pena a leitura.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here