Com a crescente preocupação e o isolamento social, a fim de conter a propagação do novo coronavírus (Covid-19), alguns setores da sociedade lagartense passaram a questionar o que seria feito com os produtos perecíveis da merenda escolar de Lagarto. 

Diante disso, a prefeita de Lagarto, Hilda Ribeiro (SD), anunciou, por meio do seu perfil no Instagram, que a Prefeitura de Lagarto fará a doação da merenda escolar do município. De acordo com ela, a medida não foi anunciada antes, porque aguardava o aval do Ministério Público do Estado de Sergipe (MPSE).

“Nós entramos em contato com o Ministério Público para saber como a gente poderia fazer a distribuição da merenda escolar. A gente recebeu uma resposta e, a partir de amanhã [quinta-feira, 26], a gente já vai se organizar para fazer a entrega desses kits de alimentos aos alunos da Rede Municipal de Ensino”, disse a prefeita.

Cabe destacar que em recente entrevista ao Portal Lagartense, o secretário Municipal de Educação, Magson Almeida, havia informado que a prefeitura estava empenhada em realizar tais doações. “Nossos alunos não ficarão desassistidos. O Município está empenhado nesse sentido”, garantiu. 

No Brasil, o gesto de doar os alimentos da merenda escolar em forma de cesta básica foi realizada pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Claudio. Lá, as aulas foram suspensas entre 20 e 31 de março e, de acordo com a prefeitura, os kits seriam entregues aos pais dos alunos de forma padronizada e escalonada para evitar aglomerações.

Também é importante lembrar que, em Lagarto, a prefeita Hilda Ribeiro já adotou algumas medidas para amenizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre a população de baixa renda, dentre as quais destacam-se: a parceria com a Fazenda da Esperança para acolher pessoas em situação de rua, a inclusão de vendedores ambulantes no programa Renda Cidadã e a distribuição de 2.000 kits de higiene pessoal.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here