Na última segunda-feira, 30, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou, através de boletim, o cenário epidemiológico das arboviroses causadas pelo Aedes aegypti no estado e Lagarto aparece na segunda colocação entre os municípios com mais casos confirmados, somando 14. A primeira colocação fica com Nossa Senhora do Socorro, com 24 casos, e a terceira posição é de Aracaju, com 13. 

Segundo o boletim divulgado pela SES, entre os dias 29 de dezembro de 2019 e 21 de março de 2020 foram notificados 459 casos suspeitos de dengue, 73 confirmados, 209 descartados e 177 em investigação. Ainda de acordo com os resultados, Sergipe teve um aumento de 93,67% nos casos notificados em relação ao mesmo período do ano passado. 

Além disso, também foram notificados, no mesmo período, 48 casos suspeitos de chikungunya com 18 confirmações, sendo 13 descartados e 17 em investigação, o que representa um aumento de 9,3% em relação ao ano anterior.

Sendo assim, dos 91 casos confirmados de dengue e chikungunya, 51 estão concentrados nos municípios de Nossa Senhora do Socorro, Lagarto e Aracaju, ou seja, os três municípios representam pouco mais de 56%¨de todos os casos no estado.  

Em relação à zika, seis casos foram notificados e não há confirmação. Este, aliás, é o melhor cenário, com registro de queda de 63,1% no número de notificações. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here