Quando Lagarto perdeu na estreia da Copa TV Sergipe de Futsal para Capela, por 1 a 0, inevitavelmente veio uma enxurrada de questionamentos sobre o técnico Galego. Será que esse time vai pra frente? Por que jogou tão mal? O que aconteceu com o Galego? Não é mais o mesmo? A “panelinha” do Galego não funciona mais? Sereno, o maior (quase único) campeão da história do torneio, deu a letra: “Grupo ganha campeonato, time ganha jogo”. Menos de três meses após a entrevista, ele provou que estava certo. Ao vencer Aracaju por 4 a 1, na tarde deste sábado, no Ginásio Ribeirão, o técnico levou Lagarto a um título inédito. Para ele, a 11ª conquista na competição.

Com melhor campanha, Lagarto jogava pelo empate. Mas conseguiu a vitória. Abriu o placar logo aos dois minutos de partida com Léo. Mas Aracaju manteve a tranquilidade e conseguiu igualar com o gol do Gaúcho Rafa. Foi então que Galego resolveu colocar em quadra uma carta mais do que especial que tinha na manga. Lenísio, campeão mundial pela seleção brasileira e um dos maiores pivôs da história do futsal mundial, veio especialmente para a decisão e não decepcionou.

Lagarto assumiu novamente a dianteira no marcador com uma jogada construída pelos dois jogadores de seleção do elenco. O goleiro Rogério fez um lançamento de longa distância e Lenísio deu um toquinho de cabeça para o gol.

Na volta do intervalo, Lagarto administrou bem a vantagem que tinha, controlou o jogo e ainda ampliou a vantagem com os gols de Deivinho e Tony, fechando a vitória em 4 a 1 e conquistando pela primeira vez o título da Copa TV Sergipe.

Ribeirão teve casa cheia na final (Foto: Guilherme Fraga)
Ribeirão teve casa cheia na final (Foto: Guilherme Fraga)

Por Globo Esporte Sergipe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here