O delegado Marcos Garcia, de Nossa Senhora das Dores, já instaurou inquérito para investigar as causas do acidente com a caixa d’água do povoado Campo Grande. A estrutura desabou sobre o teto da escola Escola Municipal Professor Osman dos Santos Oliveira na tarde desta segunda-feira, 5. Duas crianças faleceram e 18 pessoas (11 crianças e sete adultos) ficaram feridas.

De acordo com o delegado Marcos Garcia, engenheiros da Defesa Civil e do Conselho Regional de Engenharia de Sergipe (Crea-SE) irão ao local do acidente nesta terça-feira, 7, no intuito de produzir um relatório sobre as possíveis causas da queda da caixa d’água.

Marcos Garcia informou também que as famílias já registraram o boletim de ocorrência e devem ser ouvidas nos próximos dias. “Vou intimar as pessoas e ouví-las com o objetivo de formalizar tudo o que foi colhido no local do acidente, a exemplo da informação de que há cerca de oito anos as famílias vem exigindo providências e nada foi feito”, detalha o delegado.

Entenda o caso
A caixa d’água pertencia à Deso e abastecia as casas do povoado Campo Grande. A estrutura cedeu e desabou sobre o teto da escola, que ficou totalmente destruída. A unidade escolar atendia 82 crianças com idade entre 7 e 12 anos. Samu, Bombeiros, Grupamento Tático Aéreo (GTA) foram acionados para a ocorrência. Defesa Civil e representantes da Deso também estiveram no local. A Prefeitura de Dores decretou luto oficial na cidade. A Deso lamentou o fato e disse que vai investigar as causas do acidente.

Fonte: Infonet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here