Em entrevista ao radialista Aloísio Andrade (Prefeitinho), o pré-candidato a prefeito de Lagarto pelo PSL, Kércio Pinto, garantiu que fará uma campanha propositiva e sem fazer qualquer ataque pessoal a imagem dos seus concorrentes nas eleições deste ano.

Kércio Pinto foi secretário da Ordem Pública e Defesa da Cidadania na gestão Lila Fraga

“Nós não vamos atacar ninguém, porque nós vamos apenas apresentar as nossas propostas. Podem nos mandar denúncias, mas não entraremos nessa, porque entendemos que o respeito deve prevalecer acima de tudo. […] É o respeito mútuo que leva ao progresso de uma cidade”, argumentou.

Ainda sobre a disputa eleitoral, Kércio afirmou que os pré-candidatos dos partidos pequenos estão sendo minados pelos grandes grupos, que não os citam em suas pesquisas eleitorais. Na semana passada, Marcélio do Psol emitiu um nota lamentando o mesmo fato.

Ele também destacou que o PSL já possui toda a sua “chapa para vereador” completa e não descartou que o seu partido venha a fazer novas alianças para a disputa. A mesma situação foi colocada pelo tesoureiro do PSL, Michel Rodrigues, em entrevista ao Portal Lagartense.

Suas ideias para Lagarto

Durante a entrevista, Kércio Pinto defendeu a implantação do gasoduto em Lagarto. “Com isso, nós vamos incentivar a chegada de novas empresas para abrir o mercado de trabalho. Além disso, vamos pegar grande parte dos cargos comissionados e entregar para os jovens em formação na UFS e para os técnicos do IFS”, sugeriu.

Ele também disse que é necessário criar condições para “tirar a dependência da nossa população do Bolsa Família”, bem como incentivar a agricultura “com um trabalho técnico voltado para os pequenos agricultores”. Sobre este assunto, ele lamentou o fato do município ainda não possui uma Central de Abastecimento (CEASA).

Em relação a Saúde, Kércio afirmou ser necessário investir na implantação de Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) nas mais diversas regiões do município “e não ficar direcionando recursos municipais para clínicas e entidades privadas”. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here