Em tempos de pandemia do novo coronavírus, uma dúvida recorrente sempre aparece entre a população: um paciente que testou positivo para a covid-19, mas já se curou, pode se contaminar outra vez?

Em Lagarto, o questionamento ganhou ainda mais força após a prefeita da cidade, Hilda Ribeiro (SD), que já havia contraído a doença, anunciar em suas redes sociais no último sábado, 4, que contraiu a covid-19 pela segunda vez

De acordo com o superintendente do Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen), Cliomar Alves, o que aconteceu com a prefeita não foi uma nova infecção, mas uma reagudização, ou seja, o reaparecimento dos sintomas. 

“Em conversa com a Fiocruz, estudando esses casos, a gente aponta que as pessoas ficam reagudizando. Que são RNAs que ficam encubados dentro da pessoas, pedaços do vírus, e após alguns meses, após a queda da imunidade ou problema imunológico, ela reagudiza, ou seja, aparecem de novo os sintomas, e o PCR pode detectar positivo de novo. Essa reagudização não é uma nova infecção e sim um aparecimento de novo desses sintomas”, explica.

Alves afirma ainda que apesar de não haver mais risco de transmissão da doença, é necessário que a pessoa permaneça em isolamento domiciliar, em observação, para que o caso não evolua para uma síndrome aguda grave. 

Com informações do G1 Sergipe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here