PM fechando os estabelecimentos no centro comercial de Lagarto, em cumprimento da decisão judicial

Na última quinta-feira, 09, inúmeros registros circularam nas redes sociais dando conta da Polícia Militar fechando os estabelecimentos comerciais em geral, por conta de uma decisão liminar da Justiça Federal em Sergipe, que determina a revogação da fase laranja do Plano de Retomada Econômica do Estado.

Diante disso, a reportagem do Portal Lagartense entrevistou o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Lagarto, Charles Brício. Na oportunidade, ele afirmou que os comerciantes respeitam a decisão judicial, mas observou que a situação deve piorar, já que os estabelecimentos não essenciais estão fechados há 120 dias.

“Já está muito difícil e agora ficará mais ainda. Contudo, também precisamos nos preocupar com o aumento dos casos da Covid-19 em nossa cidade e no estado. Por isso, esperamos que todos os empresários, colaborares, clientes e amigos tomem todos os cuidados que são orientados pela OMS, para que o mais breve possível possamos retomar as atividades comerciais”, disse o presidente Charles Brício.

Charles Brício – presidente do CDL Lagarto

Ainda na entrevista, o presidente do CDL Lagarto destacou que o novo fechamento acarretará em mais prejuízos financeiros.  “Mas tenho certeza que a prefeita e o governador devem estar avaliando algumas medidas para amenizar o tamanho prejuízo causado por esta pandemia”, observou.

E os empregados serão demitidos?

“O CDL Lagarto e a Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo vêm trabalhando em medidas que evitem demissões. É bem verdade que com os últimos acontecimentos fica ainda mais difícil, mas em Lagarto todos os empresários vêm se dedicando para manter os negócios, como também estamos vendo a dedicação de todos os colaboradores que estão se unindo no propósito de manter o negócio e os empregos”, finalizou Brício.

Veja também: Governo de Sergipe vai recorrer na justiça para reabrir estabelecimentos

 

2 COMENTÁRIOS

  1. O senhor Charles bricio sabe muito bem que os comércios já mais fecharam, inclusive o dele,ou ele não sabe que as lojas e as lojas dele estavam sempre aberta atendendo pelas portas do fundo?o senhor Charles quer uma nota fiscal de um sapato que comprei na loja dele pelas portas do fundos?o comércio em Lagarto nunca fechou,sempre se dando um jeitinho, afinal o dinheiro do auxílio tem que ser gasto.se os comerciantes tivessem tido a consciência e realmente estivesse fechado 30 dias,a realidade seria outra.Agora ficam na porta da loja com meia porta aberta e quando a polícia vem eles fecham.Por outro lado a prefeita judas não faz nada,a quantidade de dinheiro que entrou só seu para comprar ums quites enganação e os Toten de dispensar álcool…cadê a PF em Lagarto…alô PF,vem a lagarto.

  2. Tem muitos comerciantes não cumprindo as medidas de prevenção dentro do estabelecimento, a exemplo: Os supermercados estão exagerando no não cumprimento, mercado municipal, vejo muitos lojista com máscara no queixo e outros sem máscara. O alcool em gel nem sempre está a vista das pessoas. Eu entrei numa loja de produtos veterinários e pedi para o dono colocar a máscara. Não vejo nenhuma fiscalização em lagarto. Entregue a Deus dará.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here