Na última segunda-feira, 13, circulou um vídeo do empresário popularmente conhecido por Júnior Confecções, no qual ele pede, de maneira acalorada, que os estabelecimentos comerciais do município de Lagarto sejam fechados. O pedido foi divulgado no dia em que três óbitos por COVID-19 foram registrados no município.

Segundo Júnior, o momento não é de pensar na economia e sim na preservação das vidas. Entretanto, após a circulação do vídeo, alguns cidadãos lamentaram a postura do empresário. Uma vez que, há dois meses, o mesmo utilizava a mesma plataforma para pedir a reabertura dos estabelecimentos, sob pena de uma demissão em massa.

Diante disso, a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Lagarto emitiu uma nota de esclarecimento. Nela, a entidade afirma que o pronunciamento do empresário Júnior Confecções foi precipitado e equivocado, pois, na ótica da entidade, ele demonstra desconhecer todas as ações que vem sendo desenvolvidas junto ao Município.

“A CDL contesta atitudes como estas que acabam atrapalhando, retrocedendo e invalidando todas as ações realizadas. Ressalta, ainda, que todas as decisões de reabertura ou fechamento do comércio partem de uma comissão da Prefeitura Municipal de Lagarto em convergência com outros órgãos administrativos”, finaliza.

View this post on Instagram

⚠️NOTA DE ESCLARECIMENTO ⚠️ A Câmara de Dirigentes Lojistas de Lagarto (CDL), vem por meio desta, esclarecer a respeito de um vídeo divulgado recentemente nas redes sociais, que torna público que a CDL realizaria no dia de hoje, 13/07/2020, uma reunião para tomada de decisão a respeito do fechamento do comércio. A CDL vem a público declarar que, equivocadamente, um associado precipitou-se ao abordar o assunto, desconhecendo todo o andamento das ações. A CDL contesta atitudes como estas que acabam atrapalhando, retrocedendo e invalidando todas as ações realizadas. Ressalta, ainda, que todas as decisões de reabertura ou fechamento do comércio partem de uma comissão da Prefeitura Municipal de Lagarto em convergência com outros órgãos administrativos.

A post shared by cdllagarto (@cdllagarto) on

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here