A prisão ocorreu hoje a tarde, em Lagarto, ele estava homiziado na casa de uma parente. O crime ocorreu no dia 30/10 desse ano, a criança J.Y.D.S.G de um ano e dez meses, foi atendida primeiramente no hospital de Simão Dias, foi transferida para o HUSE em Aracaju, onde veio à óbito, no dia 9/11.

Ao serem interrogados, a mãe e o padrasto, de nome José Leandro Santana Santos, disseram que a criança havia se engasgado, porém, ela apresentava múltiplas fraturas e lesões nos olhos, lábios, orelhas e virilha. Estava ainda com traumatismo craniano.

Testemunhas confirmaram que o padastro agredia constantemente a criança. Dias após as agressões, o padastro e a mãe da criança, que está grávida de nove meses, fugiram de Simão Dias. Funcionários do hospital e conselheiros tutelares também foram ouvidos.

Laudo cadavérico indicou ainda fraturas anteriores já calcificadas, no fêmur e no joelho, oriundas de agressões anteriores. José Leandro disse que a criança caiu de uma cadeira após sera agredida por ele com uma sandália. Ele não conseguiu explicar as múltiplas fraturas e lesões que a criança apresentava. Disse ainda que a criança chorava muito e que isso o deixava irritado.

A polícia investiga agora a participação da própria mãe da criança nesse crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here