Três pessoas morreram no povoado Vivaldo, em Riachão do Dantas, entre a última segunda-feira, 21 e esta terça-feira, 22. Além disso, um homem está internado em estado grave no hospital do município de Estância, outro caso está em observação e uma mulher foi atendida no hospital, mas já foi liberada.

A suspeita é de que a morte das vítimas, identificadas como José Luiz da Silva, José Carlos dos Santos e Marcos Silva Florenço, tenha sido causada por uma cachaça envenenada ou estragada. 

A informação foi confirmada pelo delegado Alisson Lial, que confirma a suspeita de que a mortes teriam sido causadas pela bebida e que as vítimas teriam visitado o mesmo bar no povoado.

A dona do bar foi ouvida e disse que também ingeriu a bebida com a irmã e passou mal. Ainda de acordo com ela, a cachaça era adquirida de um alambique e depois misturada com ingredientes específicos como Barbatimão e Jatobá. A dona do estabelecimento também afirma que a bebida é vendida há anos.

Agora os corpos irão passar por exames laboratoriais para que se investigue qual substância foi a causadoras das mortes. Além disso, a Polícia Civil, que esteve no local, já deu início às investigações. 

Com informações da SSP/SE

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here