A situação dos hospitais filantrópicos, de Aracaju, que estão sem receber repasse da prefeitura foi tema de uma coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (20), pelo Ministério Público de Sergipe.

O MP anunciou que vai pedir o bloqueio de verbas do município e que uma ação de improbidade administrativa será ajuizada contra o prefeito e a secretária da saúde de Aracaju. Os promotores enfatizaram que a Prefeitura de Aracaju não está cumprindo o acordo judicial firmado em novembro do ano passado referente às dívidas com hospitais filantrópicos.

A Prefeitura de Aracaju informou através de nota que a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que mantém a posição exposta pela secretária Waneska Barboza durante a coletiva de imprensa na última sexta-feira (17), onde foi explicado todo processo que gerou o crédito da Prefeitura de Aracaju para com o Hospital de Cirurgia (HC), no valor que supera os R$ 4 milhões.

Além disso, a SMS declara que todos os comprovantes de pagamento estão sendo encaminhados ainda essa semana para os órgãos fiscalizadores (Ministérios Públicos Federal e Estadual e Tribunal de Contas do Estado), com o objetivo de promover a devida apuração dos fatos mediante os documentos oficiais.

A secretária da Saúde de Aracaju reforçou que continua liberando dinheiro do tesouro municipal ao HC pode ser configurado como improbidade administrativa por lesão ao erário, e que apoia a abertura de investigações que elucidem definitivamente os fatos que envolvem essa problemática.

Fonte: G1 Sergipe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here