A diretoria executiva do Sindicato dos Trabalhadores na área da saúde no estado de Sergipe-SINTASA, solicitou a Fundação Hospitalar de Sergipe, esclarecimentos sobre como ficará a situação dos trabalhadores, em virtude da contratação de 75 trabalhadores da EBSERH.

Atualmente mais de 200 funcionários estão locados no Hospital Universitário de Lagarto e alguns dos servidores querem ser remanejados, alguns não querem e exigem a resposta da Fundação. 

De acordo com Adailson, o vice presidente do SINTASA, a Fundação tinha até o dia de ontem para dar uma resposta aos servidores, com o não pronunciamento do FHS eles realizaram uma paralisação de 24 horas nesta quarta-feira (6).

Em conversa com o superintendente Valter Santana, ele nos confirmou que embora os servidores estejam paralisados, o hospital está funcionando normalmente. “Há um comprometimento é claro, pela redução de funcionários hoje, mas nenhum setor foi totalmente comprometido, espero que amanhã os funcionários estejam de volta aos seus setores”, declarou.

 

1 COMENTÁRIO

  1. É O FIM DA PICADA! COM TODOS ESSE EFETIVO DE TRABALHADORES DESENVOLVENDO AS SUAS ATIVIDADES, ESSE “ELEFANTE BRANCO” TEM UM ATENDIMENTO PRA LÁ DE INSUFICIENTE, IMAGINEM COM ESSES TRABALHADORES DE BRAÇOS CRUZADOS!! QUE PAIS É ESSE!!!!!!!!!! COM TANTOS IMPOSTOS QUE RECOLHEMOS E O QUE VEMOS É UMA TOTAL FALTA DE RESPEITO COM OS USUÁRIOS DOS SERVIÇOS PÚBLICOS. AS VEZES ME SINTO ENVERGONHADO DE SER BRASILEIRO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here