PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
post
page
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
post
page
Publicidade

Família enterra travesti vestida de homem e causa indignação a movimento LGBTQIA+

O sepultamento de uma travesti vestida de homem pela família, no último domingo (10), indignou representantes do movimento LGBTQIA+ em Sergipe. A informação foi divulgada pela mulher trans e vereadora de Aracaju pelo PSOL Linda Brasil, através de uma rede social.

“Estou indignada! Acabei de saber que uma travesti faleceu, e que no velório, a família vestiu nela um paletó e fizeram uma barba e cavanhaque a lápis. Isso é um crime! Não é porque é da família que há legitimidade para praticar transfobia deliberadamente”, disse.

Segundo a vereadora, é por causa de casos assim que existem crimes contra crianças, adolescentes, mulheres e pessoas LGBTQIA+ de maneira geral. “Essa não é somente uma violência e desrespeito contra a própria travesti, mas sim contra todas as pessoas trans. Transfobia é crime!”

Em conversa com o g1, a vereadora falou ainda que a atitude da família precisa ser refletida. “Não quero criminalizar o ato da família, que pode achar que é um ato de amor, mas que amor é esse, que impõe uma condição para eu te amar?”, finalizou.

O g1 não localizou a família da travesti para falar sobre o assunto.

Fonte: G1 SE

Publicidade