Mesmo depois da reunião e de um possível entendimento entre Governo Federal e representantes do setor de transportes, na noite de quinta-feira (24) em Brasília (SF), os caminhoneiros continuam com o bloqueio nas rodovias federais e estaduais de Sergipe, agora no quarto dia no Estado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que os manifestantes só estão impedindo a passagem dos caminhões em cinco pontos: na BR-101, no km 77, localizado no Povoado Pedra Branca, município de Laranjeiras; no Km 147, em Estância; na BR 101, Umbaúba e na BR 235 os pontos são no Povoado Rio das Pedras, em Itabaiana e no km 57, também em Itabaiana.

O Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) confirmou que por volta das 7h a situação era a mesma da noite anterior nas rodovias estaduais. Os locais com bloqueios são SE-170 em São Domingos, SE-270 em Lagarto, SE 290 Poço Verde, SE-290 em Tobias Barreto, SE-179 em Pinhão, SE-230 em Nossa Senhora da Glória. A SE-100, na ponte Aracaju/Barra já está sem bloqueio.

Ônibus
O sistema de transporte coletivo de Aracaju permanece circulando com 30% a menos, com uma redução de 150 ônibus, causando demora no tempo de espera nas paradas e terminais. Na manhã desta sexta-feira (25), muita gente saiu mais cedo para tentar não se atrasar tanto no trabalho.

Infraero
No Aeroporto Santa Maria, em Aracaju, a informação é que a operação ocorre sem problemas.

Universidade Federal
Cerca de 30 mil alunos da Universidade Federal de Sergipe estão sem aula desde a noite de quinta-feira (24). São seis campus em todo em todo o Estado. A medida é para não prejudicar os estudantes de graduação e pós-graduação. Não há previsão de retorno.

Órgãos públicos 
Estão sem expediente em Aracaju o Ministério Público Estadual de Sergipe, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública e Assembleia Legislativa.

Ceasa
A direção da Central de Abastecimento de Aracaju (Ceasa) informou que 80% das mercadorias de fora do estado não estão chegando. O estoque está zerado de frutas e verduras como pinha, tangerina, abacate, morango, pimentão vermelho, pimentão amarelo, tomate cereja e caqui.

Correios
Em Sergipe 13% da carga de correspondências não chegaram aos destinatários. Há três dias, três carretas que iriam fazer entregas no interior do estado estão presas no protesto dos caminhoneiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here