Os suplementos alimentares normalmente são utilizados por pessoas que praticam atividades físicas moderadas ou de alta intensidade. Nesses casos, o resultado pretendido é o aumento de massa muscular ou a perda de peso. Mas a verdade é que esses produtos também são indicados para pessoas idosas, com perda óssea, de força ou com dificuldade para comer. Com uma dieta equilibrada e exercícios, é possível reduzir o risco de várias doenças e contribuir para o funcionamento do organismo.

Com a idade, é comum se sentir com menos energia e cansado. Para melhorar esses aspectos, existem alguns produtos multi-vitamínicos, como suplementos do complexo B, responsáveis por promover uma maior disposição no dia a dia de uma pessoa idosa. Isso porque, com nutrientes como vitaminas e minerais, o sistema imunológico é fortalecido e o risco de se desenvolver alguns tipos de doenças também diminui.

Os suplementos proteicos também podem contribuir para a saúde óssea e a redução da perda muscular — fenômenos comuns conforme a idade avança. A Creatina e o Whey Protein são alguns dos suplementos alimentares importantes para esse objetivo. O resultado é uma maior qualidade de vida e menos lesões decorrentes de fraturas e falta de força. Outro nutriente importante é a glutamina, um aminoácido produzido pelo próprio organismo, e também disponível de forma concentrada para o consumo. Esse nutriente contribui para o fortalecimento do sistema imunológico e combate os radicais livres, responsáveis pelo desenvolvimento de algumas doenças.

Ainda existem outros benefícios do uso de suplementos pelos idosos relacionados com a cicatrização e recuperação de cirurgias, além de contribuir para funções cognitivas, como é o caso do Ômega-3. Entretanto, o mais importante e recomendado é consultar um médico ou nutricionista para saber a real necessidade da suplementação, pois pode ocorrer de esses pontos positivos não surtirem efeito em todas as pessoas.

A dosagem correta é fundamental para que o organismo consiga absorver os nutrientes de forma satisfatória, de acordo com cada indivíduo. Os hábitos alimentares e estilo de vida também contribuem para uma boa saúde na terceira idade. Todos esses fatores devem ser observados antes de começar uma suplementação, seja para melhorar o desempenho em atividades físicas ou para melhorar funções do organismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here