Lagarto está caminhando a passos largos para implantar a coleta seletiva do lixo e assim atender a Política Nacional de Resíduos Sólidos, bem como encerrar a queimada no aterro sanitário do município. É que uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis já foi implantada e, por isso, merece a atenção dos comerciantes locais.

Cooperados já deram início as visitas ao centro comercial de Lagarto

De acordo com Aloísio Andrade (Prefeitinho), secretário Municipal do Meio Ambiente, as empresas instaladas no município – seja ela de qualquer porte – têm a obrigação de repassar o lixo reciclável para os catadores da cooperativa de catadores de Lagarto. 

“A aceitação da sociedade ao projeto tem sido muito positiva. Houve uma resistência numa grande loja, mas nós mostramos que eles são obrigados a repassar o lixo para a cooperativa. Não é fácil mudar uma cultura já existente, mas esta é uma das cláusulas a serem obedecidas para conseguir a liberação das licenças ambientais”, observou Prefeitinho.

Prefeitinho tem ajudado os comerciantes a conhecerem melhor a cooperativa

Ainda de acordo com o secretário, em entrevista ao Portal Lagartense, a coleta seletiva de lixo em Lagarto deve funcionar normalmente dentro de um mês. Uma vez que a prefeitura juntamente com os catadores estão em fase de conscientização dos comerciantes lagartenses.

“O pessoal [da cooperativa] está indo ao comércio, porque cada estabelecimento tem a sua realidade. Então eles estão conhecendo cada uma dessas realidades para poder marcar os dias de coleta. Depois desta fase, nos reuniremos com a Ramac, responsável pela coleta do lixo no município, para definir os dias de coleta do lixo reciclável e orgânico”, acrescentou Prefeitinho.

1 COMENTÁRIO

  1. Bela iniciativa, frente a tantos problemas ambientais existentes no contexto brasileiro e mundial, buscar medidas que visem a sustentabilidade é também pensar no futuro da nação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here