As professoras Roxane Alencar e Vanessa Veis do Departamento de Fonoaudiologia do campus Lagarto da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em parceria com a Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná (UNICENTRO), estão realizando uma pesquisa intitulada “Efeitos do Uso de Máscara na Autopercepção Vocal durante pandemia de Covid-19″. 

De acordo com a UFS Lagarto, a iniciativa busca saber a opinião de pessoas com idades entre 18 e 59 anos, em todo o país; e tem o objetivo de compreender os riscos e consequências vocais com o uso da máscara, e assim, permitir a reflexão dos clínicos acerca de orientações necessárias para o manejo do uso da voz durante a pandemia por Covid-19. 

Segundo Roxane Alencar, a ideia para a pesquisa surgiu ao perceber a dificuldade que as pessoas passaram a apresentar com o uso das máscaras.

“O uso de máscara pode acarretar barreira na amplificação vocal e gerar um efeito compensatório de aumento da intensidade vocal. Por sua vez, o uso da voz em forte intensidade, sem treinamento, é realizado por meio de ajustes musculares incorretos, tensão excessiva da musculatura da laringe,e, com isso, desencadear desconfortos e fadiga vocal”, observa.

A mencionada dificuldade, segundo a docente, pode ser ainda mais prejudicial para profissionais que permanecem em atividades presenciais e que utilizam muito a voz, como repórteres e comerciários. Por isso, se você se interessou pela pesquisa e possui idade entre 18 e 59 anos, responda a pesquisa por meio deste link, até o próximo domingo (31).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here