A Polícia Civil de Lagarto segue empenhada em prender os envolvidos nos constantes furtos as estações de tratamento de água da Companhia de Saneamento de Sergipe instaladas no município. Tanto é que ontem, 08, os agentes da Delegacia Regional de Lagarto efetuaram a prisão de um homem de 39 anos, que é suspeito de ter participado do furto ocorrido no último dia 14 de abril.

Naquela ocasião, o abastecimento de água foi suspenso nos municípios de Lagarto, Simão Dias e Riachão do Dantas. Além disso, segundo informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), o furto dos cabos de cobre e alumínio também gerou um prejuízo patrimonial estimado pela Deso de cerca de R$ 600 mil. 

Já a prisão do suspeito de 39 anos, de acordo com a Delegada Regional de Lagarto, Michele Araújo, ocorreu após investigações feitas no local do crime, o que incluiu a coleta de imagens de câmeras de vigilância da região. “Após a análise das imagens obtidas, foi possível identificar um veículo Strada, de cor prata, utilizado no crime e seu proprietário, suspeito de participação na ação”, explicou.

Após a coleta das evidências, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do suspeito, o que foi acolhido pelo Poder Judiciário, que logo expediu o seu Mandado de Prisão, tendo sido cumprido na última segunda-feira. “As investigações serão aprofundadas no sentido de identificar os demais autores do crime em comento e a sociedade pode colaborar com informações por meio do Disque Denúncia (181), garantido o sigilo do denunciante”, finalizou a delegada.

Cabe destacar que a Polícia Civil endureceu o cerco contra os envolvidos na prática de furtos de cabos das estações da Deso na região nos últimos tempos. Tanto é que no dia 1º de junho, suspeitos de prejudicarem o abastecimento de água em Lagarto e região entre os dias 28 e 30 de maio foram presos.

Relembre: Suspeitos de prejudicarem o abastecimento de água em Lagarto são presos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here