Um caso chamou atenção do município de Monte Alegre, Sertão do Estado, na última quarta-feira, 26. Após recebimento de denúncia por parte do Conselho Tutelar de que uma menina de 13 anos de idade estaria convivendo como “companheira” de um homem de 35 anos na zona rural do município, policiais civis diligenciaram ao local e encontraram a menor e o rapaz morando juntos em uma casa localizada nos fundos de um bar.

Além da adolescente, o suspeito tinha uma outra esposa e dois filhos com idades de 3 e 8 anos. De acordo com o delegado Eurico Nascimento, todos foram levados à Delegacia de Monte Alegre. Foram ouvidos o suspeito e tomadas as declarações da menor e das testemunhas. “A versão de que ele havia “carregado” a menor com autorização dos pais dela foi confirmada, entretanto, ainda não havia ocorrido contato sexual entre a menina e o suspeito, apenas a intenção por parte dele”, explicou o delegado.  

Diante dos fatos, presentes o coordenador do Cras e os conselheiros tutelares, a menina foi entregue as autoridades e encaminhada para o Estado da Bahia para morar com a avó, visto que a menor relatou que na casa em que morava com os pais era obrigada por eles a prestar favores sexuais a indivíduos desconhecidos em troca de dinheiro e até bebidas. “Ela alega que foi esse o motivo que a fez aceitar o convite para se casar e sair da casa de seus pais”, disse o delegado.

O delegado explicou, ainda, que foi aberto procedimento investigativo para apurar o fato ocorrido no povoado Monte Santo, em Monte Alegre. “Vamos encaminhar uma cópia de nosso procedimento para a Delegacia de Pedro Alexandre para averiguar os fatos narrados pela menina a fim de verificar as responsabilidades dos pais da menor. O Conselho tutelar e Assistência Social fará acompanhamento integral dessa garota”, explicou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here