O Ministério da Educação (MEC) apresentou na última terça-feira, 15, dados sobre Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) referentes ao ano de 2019, mostrando que Sergipe avançou em relação aos anos iniciais (1° ao 5° ano) do ensino fundamental e continuou sua linha histórica de crescimento referente aos anos finais (6° ao 9° ano) e Ensino Médio.

O estado ultrapassou a meta prevista para os anos iniciais em 2019 que era de 5,0 pontos, atingindo a média de 5,1, ficando na 24° posição no ranking nacional. Em relação aos anos finais do ensino fundamental, o estado atingiu a marca 4,1, configurando-se na 23° colocação na lista dos estados brasileiros. Já no Ensino Médio, Sergipe subiu ao patamar de 3,7 no Ideb.

As escolas da região Centro Sul do estado se destacaram, como a Escola Estadual Epifânio Dórea, de Poço Verde, que registrou a maior pontuação entre as escolas estaduais de Sergipe, com um Ideb de 7,6 nos anos iniciais do ensino fundamental.

Já a Escola Estadual José de Carvalho Déda, em Simão Dias, registrou a melhor pontuação do estado nos anos finais do ensino fundamental, com 5,8. Em Tobias Barreto, a Escola Municipal Deputado Arnaldo Garcez também está entre as escolas municipais que mais se destacaram, registrando uma pontuação de 5,5 entre o 6° e 9° ano do ensino fundamental.

Lagarto

O Colégio Professor Abelardo Romero Dantas (Cepard) registrou o melhor Ideb do ensino médio da rede estadual de Lagarto, com 4,4. Segundo os números do MEC, Lagarto alcançou uma média de 4,6 pontos no Ideb, a maior pontuação do município desde que a prova Brasil foi criada em 2005.

Em 2014, a nota do Ideb de Lagarto foi de 4,4. Já em 2015, foi de apenas 3,7 e em 2019, quando foi avaliada a educação do município em 2018, a nota foi de 3,3. Ou seja, no ano houve um crescimento de 1,3 pontos, se compararmos os resultados de 2018 e 2019.

Prefeita comemora avanço na educação do município.

“Este resultado é a prova do compromisso que temos com o futuro das nossas crianças e dos nossos jovens. Quero agradecer aos professores, diretores e toda a equipe da Educação do município por este resultado”, afirmou a prefeita Hilda Ribeiro.

Cautela

Apesar de ter registrado sua maior elevação do índice na história da educação pública, com um avanço de 6,5% no Ideb das escolas estaduais, menos da metade dos municípios sergipanos alcançaram a meta esperada para 2019.

O mesmo aconteceu no Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima e Tocantins. O Ceará é o estado que tem a maior porcentagem de municípios (98,9%) que atingiram a meta do Ideb para 2019, seguido por Alagoas, com com 92,1%.

Ideb

Criado em 2005, o Ideb reúne, em um só indicador, os resultados de dois conceitos importantes para a qualidade da educação: as médias de desempenho nas avaliações externas (no Sistema de Avaliação da Educação Básica) e aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar. Por conta disso, o índice que vai de 0 a 10 é um importante condutor de política pública em prol da qualidade da educação.

Com informações da Seduc/SE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here