Na última quarta-feira, 16, o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de Lagarto realizou uma das convenções mais acaloradas do município. Na oportunidade, os filiados decidiram recuar da ideia de lançar uma chapa majoritária, para apoiar a candidatura do deputado estadual Ibrain de Valmir Monteiro (PSC) na disputa pela Prefeitura de Lagarto. O PT ainda oficializou a candidatura da ex-primeira dama Andresa Nascimento à Câmara de Vereadores.

Convenção do PT de Lagarto ocorreu na Câmara de Vereadores e foi marcada por longos e acalorados debates

Procurado pelo Portal Lagartense, Flamarion Déda, até então pré-candidato a prefeito de Lagarto pelo PT, explicou que a retirada da candidatura atendeu a uma resolução publicada no último dia 02 de setembro de 2020, pela Comissão Executiva Estadual do PT em Sergipe. 

“Para a disputa majoritária, é uma prerrogativa do PT que as alianças devam estar de acordo com as diretrizes das instâncias superiores. E a nossa Comissão Executiva Estadual deliberou sobre as alianças e decidiu que, em Lagarto, a coligação seria em conjunto com os partidos que integram o agrupamento liderado pelo ex-prefeito Valmir Monteiro”, explicou Déda.

Decisão que culminou com a manutenção da aliança PT/PSC em Lagarto

Com a decisão, Flamarion viu sua pré-candidatura a prefeito ser retirada, segundo ele, de forma natural. “Nós lançamos uma pré-candidatura com o objetivo de compreender o povo lagartense. Então disponibilizamos o nosso nome para ser analisado, mas entendemos que a disputa eleitoral acaba terminando nos tradicionais grupos, dentre os quais temos uma aliança firmada com o grupo de Valmir, que sempre esteve dentro de nossas perspectivas, além de ter uma decisão estadual que deve ser seguida.

Então achamos que é natural lançar a pré-candidatura, de entender e fazer movimentar o nosso nome, mas a gente entende que a população tem assimilado mais os nomes tradicionais. Então, neste processo, nós compreendemos que dentro da política tudo é possível e que a população entendeu que esse não é o momento para o partido administrar a cidade”, argumentou o petista.

Flamarion Déda foi lançado pré-candidato a prefeito no último dia 26 de maio

Apoio sem base: Ao Portal Lagartense, José Carvalho de Menezes, o popular Juquinha do PT, confirmou a aliança, mas observou que os militantes locais não terão nenhum compromisso com a eleição de Ibrain Monteiro. “A base local não tem compromisso nenhum com a chapa do PSC, quem tem são os cartolas Rogério Carvalho e João Daniel, porque na votação do diretório, nós reprovamos a aliança com o PSC porque apostávamos numa candidatura própria”, explicou.

Mesmo assim, Juquinha avaliou a acalorada convenção petista com bons olhos, “tipica de um partido eclético e democrático”. “Eu tô satisfeito, porque vi uma militância aguerrida e compromissada com a política que transforma as estruturas. Agora, os cartolas que tomem conta do jogo, pois os jogadores estão fora. Dai fica a pergunta: tem jogo só com o cartola?”, encerrou.

PT lança 10 nomes na disputa proporcional: Ainda na convenção, o PT de Lagarto oficializou 10 candidaturas à Câmara Municipal de Vereadores, dentre os quais destacam-se os nomes de: Andresa Nascimento, Givalda do 13, Antônio Carlos da Estancinha, Bruno Acácio, Dona Valdice Vieira, Eliseu Serafim e Gervásio Nogueira. 

Andresa no PT: Sobre este caso, Flamarion Déda explicou que ela foi mantida no partido, pois “foi filiada regularmente, teve seu nome aprovado por uma resolução da executiva estadual e, por isso, tem o amplo direito de participar das eleições. Agora todos os filiados têm que cumprir as normas do partido”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here