Os condutores de automóveis, motocicletas e os próprios pedestres que circulam na Rodovia SE-170, mais especificamente na saída de Lagarto para Riachão do Dantas, devem redobrar a atenção.  É que ontem, 12, o Governo de Sergipe deu início as obras de reconstrução da via, com isso, trabalhadores e algumas máquinas pesadas estão circulando pelo local, que já teve parte do asfalto removido.

Governo está reconstruindo a rodovia SE-170 com a troca do asfalto velho por um novo

Em entrevista ao Portal Lagartense, o assessor de comunicação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), Eli Augusto, informou que a obra de reconstrução do trecho Lagarto/Riachão do Dantas tem o prazo de 90 dias para ser concluído, podendo este limite ser prolongado por questões técnicas.

“O prazo de uma obra dessa é de em média 90 dias, mas tem a questão dos intempéries, ou seja, se chover, para-se a obra, porque não dá para fazer recapeamento e terraplanagem com chuva. Então, embora estejamos no verão, temos que torcer para que tudo dê certo e que em 90 dias estejamos entregando a obra física, para depois vim a parte de comunicação e sinalização”, justificou.

Pelos próximos 90 dias, diversas máquinas pesadas estarão trabalhando no trecho Lagarto/Riachão do Dantas

Eli lembrou que a obra consiste na troca do asfalto velho por um asfalto completamente novo, e que o acostamento poderá ser instalado nos trechos onde já havia. “Para se ter uma ideia, na rodovia de Ribeirópolis, a SE-240, está sendo feito o acostamento. Então acredito que no trecho Lagarto/Riachão também deve ser feito o acostamento”, observou.

Por fim, o assessor da Sedurbs destacou que a obra deveria ter sido iniciada por Riachão do Dantas, mas observou os planos foram mudados por uma decisão do próprio governo, que pretende entregar os trechos Lagarto-Riachão e Riachão/Tobias Barreto nos próximos 90 dias. Vale ressaltar que o trecho Tobias Barreto/Riachão já está fisicamente concluído, restando apenas a sinalização. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here