Com mais de 12 mil votos, o Juiz de Direito Dr. Edinaldo César Santos Júnior, titular da 2ª Vara Cível de Lagarto, junto com os juízes Fábio Francisco Esteves (TJDFT), Karen Luise Vilanova (TJRS) e Adriana Alves dos Santos Cruz (TRF2) venceram o Desafio Lideranças Públicas Negras, promovido pelos institutos Arapyaú, Humanize e República.org., e pela Fundação Lemann. O resultado foi divulgado na última terça-feira, 2. 

Dr. Edinaldo César Santos Júnior, juiz titular da 2ª Vara Cível de Lagarto, foi um dos autores do Encontro Nacional de Juízas e Juízes Negros

Dr. Edinaldo e seus três colegas de magistratura conquistaram o Desafio, após terem promovido a realização do Encontro e do Fórum Nacional de Juízas e Juízes Negros (Enajun/Fonajurd), que já está em sua quarta edição e que foi visto como uma iniciativa inovadora voltada a defesa de uma maior participação de negros no Poder Judiciário. Uma vez que apenas 18% dos atuais 19 mil juízes do Brasil são negros.

“A falta de representatividade entre aqueles que ocupam os cargos da gestão pública amplia as dificuldades para a elaboração e a execução de políticas que contemplem a diversidade. Um governo plural é o primeiro passo para o combate efetivo das desigualdades”, afirmou Eloy Oliveira, diretor executivo do Instituto República.org., após a proclamação do resultado final.

Ranking dos três projetos mais bem votados pelo público

Em segundo e terceiro lugares ficaram, respectivamente, os projetos “Abayomi Juristas Negras”, com 40,7% dos votos, e “Rede Mulher Ações Neabi-Ufac”, com 7,8%. Os outros dois participantes foram “Ações Afirmativas no Serviço Público: uma Urgência”, com 6,4%, e “Criação da Coordenação de Promoção da Equidade Racial na Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro”, com 3,3%. O “Enajun/Fonajurd”, iniciativa vencedora, receberá um prêmio de R$ 10 mil. Além disso, os três primeiros colocados terão a possibilidade de fazer parte da rede de profissionais que participam de diversos projetos com a República.org”, informou a organização do Desafio Lideranças Públicas Negras.

Enajun segundo o Juiz Fábio Francisco Esteves

O Prêmio Desafio Lideranças Negras

O Prêmio Desafio Lideranças Públicas Negras revela que a sociedade civil organizada demanda por igualdade racial no serviço público. Com este reconhecimento, o Enajun se fortalece como iniciativa que promove o aumento do acesso e do desenvolvimento profissional de juízes e juízas negros, além de contribuir para atuação do Poder Judiciário no enfrentamento das discriminações raciais – declara Fábio Francisco Esteves, um dos idealizadores do Enajun.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here