Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, provavelmente se espalhou para as pessoas por meio de um animal e não mais do que um ou dois meses antes de ser detectada em dezembro de 2019, de acordo com um novo relatório de 120 páginas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A busca pela origem da doença, no entanto, continua. O relatório detalha a investigação da OMS sobre as origens do novo coronavírus, mas ainda não oferece uma resposta conclusiva – e recomenda mais estudos.

“No que diz respeito à OMS, todas as hipóteses permanecem possíveis. Este relatório é um começo muito importante, mas não é o fim. Ainda não encontramos a origem do vírus, devemos continuar a seguir a ciência e não deixar de observar todas possibilidades”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em um comunicado.

“Encontrar a origem de um vírus leva tempo e devemos isso ao mundo para que possamos tomar medidas coletivas para reduzir o risco de que isso aconteça novamente. Uma única viagem de pesquisa não pode fornecer todas as respostas.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here