O Chile adiou as eleições locais, regionais e para a Assembleia Constitucional por cinco semanas devido ao recente aumento de casos da Covid-19, anunciou o presidente do país, Sebastian Piñera, nesta terça-feira (6).

Uma lei promulgada nesta terça por Piñera adiou a eleição dos membros da Assembleia Constituinte responsáveis pela redação da nova Constituição do país de 10 a 11 de abril a 15 a 16 de maio.

“Dada a dura reemergência e o aparecimento de novas variantes [Covid-19] em todo o mundo, e tomando a opinião unânime da comunidade médica e da maioria do público, não parecia prudente ou conveniente realizar eleições no próximo fim de semana”, disse Pinera durante uma coletiva de imprensa.

As eleições para governadores e prefeitos também foram adiadas de acordo com a mesma lei.

Até esta terça, o Chile relatou um total de 1.037.780 casos de Covid-19 e 23.734 mortes relacionadas. A taxa de ocupação da UTI no país é atualmente de 96%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here