PUBLICIDADE

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
page

PUBLICIDADE

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
page
Publicidade

Seleção brasileira treina e embarca para o Texas

Foto: Rafael Ribeiro/CBF

A seleção brasileira masculina de futebol fez na última quinta-feira, 06,o último treino em Orlando, na Flórida (Estados Unidos). A equipe do técnico Dorival Júnior segue para o estado Texas, onde enfrenta o México, no primeiro de dois amistosos antes da Copa América. No sábado, 08, o Brasil encara o México, às 21h30 (horário de Brasília), na cidade de College Station. A partida terá transmissão ao vivo na Rádio Nacional.

O zagueiro Gabriel Magalhães, que vinha sendo poupado por conta de uma lesão no ombro, participou da atividade. Já o meia Lucas Paquetá, investigado por suposta manipulação no mercado de apostas, sentiu dores no pé e pode perder a vaga para Pepê. O jogador de 27 anos tem se destacado pela versatilidade. Além de atacante, Pepê já jogou como lateral e tem atuado como meio-campista no Porto.

“Desde o momento em que cheguei na Europa, venho atuando em outras posições. Isso foi me ajudando a entender o jogo de uma maneira totalmente diferente. Então, fico muito feliz em poder conseguir fazer outras posições também”, disse Pepê.

Quem também participou da entrevista coletiva foi o atacante Vinicius Júnior, do Real Madrid, eleito o melhor jogador da Liga dos Campeões e candidato ao prêmio Bola de Ouro, concedido pela revista France Press. Na quinta. a publicação anunciou que os finalistas serão revelados em 4 de setembro, e que a cerimônia de entrega ocorerrá da láurea será em 28 de outubro, no Théâtre du Châtelet, em Paris.

“Feliz de chegar aqui, em Orlando, e juntar-me com todo o elenco e a Comissão Técnica. Agora, a gente tem que fazer de tudo para fazer uma boa preparação e logo em seguida uma ótima Copa América”, afirmou o atacante do Real Madrid, que também alimenta o sonho de conquistar o primeiro título vestindo a amarelinha. “Não fui campeão ainda, não tenho nenhum título com a seleção, espero que seja agora”.

Além do corpo, os atletas da seleção treinam a mente. Para lidar com a ansiedade pré-competição e pressão por desempenho e resultados, a seleção conta com o trabalho da psicóloga esportiva, Marisa Santiago.

“A ideia é que a gente possa acolher todos. A gente sabe que concentração, 48 dias longe da família, trata-se de um período difícil. A gente vai trabalhar no sentido de coesão de grupo, fazer os atendimentos individuais, poder conhecer cada um, para que a gente possa entender o grupo como um todo”, detalhou a terapeuta.

O segundo e último amistoso da seleção será contra os Estados Unidos, na próxima quarta-feira, 12. O Brasil estreia na Copa América no dia 24 de junho, contra a Costa Rica, em Los Angeles, em partida pelo Grupo D, que tem ainda Colômbia e Paraguai.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade
Publicidade